Vila Nova inicia disputa com Juventude pela 4ª fase da Copa do Brasil

(Arte: Esporte Goiano)
Anúncios

A disputa do Vila Nova na 4ª fase da Copa do Brasil 2019 começa já nesta quarta (24). Após eliminar o Bragantino, do Pará, na última semana, o Tigre agora encara o Juventude, em dois jogos, para avançar na competição nacional. O primeiro acontece no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias, a partir das 21h30.

Tigre tem vantagem no retrospecto contra o Juventude!

Além do time paraense, os goianos já eliminaram URT, na 2ª fase, e Manaus, na 1ª. Já o Juventude faz campanha impressionante no torneio, tendo passado por Palmas, América-MG e Botafogo. Os confrontos das oitavas serão definidos por sorteio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Como chegam as equipes

Sofrendo com lesões no elenco, Eduardo Baptista segue com dificuldades para manter uma equipe no Vila Nova. Com Elias e Danilo ainda desfalcando o clube goiano, o treinador colorado também não vai contar com Wesley Matos e Rafael Silva, também lesionados. Por outro lado, Alan Mineiro retorna ao time para a partida decisiva.

Eduardo Baptista lamenta alto número de lesões no Tigre!

Pelo lado do Juventude, o treinador Marquinhos Santos também fará mudanças em sua equipe. Com Rafael Jataí contundido, João Paulo deve começar no meio-campo. No ataque, Paulo Sérgio é uma das possibilidades para iniciar no Alfredo Jaconi, com Braian Rodríguez sendo opção no banco.

Ficha Técnica
Juventude x Vila Nova – ida da 4ª fase da Copa do Brasil
Data: 24 de abril de 2019
Horário: 21h30
Local: Estádio Alfredo Jaconi; Caxias do Sul, RS

Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Juventude: Marcelo Carné; Vidal, Sidimar, Genilson e Eltinho; Moisés Gaúcho, João Paulo, Lennon e Denner; Dalberto e Paulo Sérgio (Braian Rodríguez).
Técnico: Marquinhos Santos.

Vila Nova: Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Patrick, Philipe Maia e Hélder; Neto Moura, Ramon e Alan Mineiro; Boné, Michel Douglas (Bruno Mota) e Capixaba.
Técnico: Eduardo Baptista.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE