Tiago Luís marca no fim e garante triunfo do Goiás sobre o Atlético na semifinal

Em confronto equilibrado, time esmeraldino abre vantagem na disputa por uma vaga na decisão estadual.

(Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano)
Anúncios

Novamente o clássico Atlético e Goiás foi equilibrado. Mas, pela terceira vez na temporada, teve o clube esmeraldino como vencedor. Na primeira partida da semifinal do Goianão 2017, a equipe alviverde ganhou por 2 x 1, na tarde deste domingo, no Serra Dourada. Patrick abriu o placar para o time alviverde no primeiro tempo. Na etapa final, Júnior Viçosa deixou tudo igual e Tiago Luís, nos minutos finais, garantiu a vitória para o time da Serrinha.

Veja como foi o tempo real!

O segundo jogo da semifinal será disputado no próximo domingo, às 16 horas, novamente no Serra Dourada. O empate basta para classificar a equipe esmeraldina para a decisão estadual. Vitória rubro-negra por um gol de diferença leva a definição do finalista para os pênaltis. Triunfo por dois ou mais gols garante o Atlético na decisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

1º tempo

A partida foi bem equilibrada no primeiro tempo, com os rivais alternando momentos de domínio. A primeira chance foi esmeraldina, aos 5, quando Tiago Luís recebeu lançamento longo de Jean Carlos e, de canhota, soltou uma bomba de fora da área. A bola passou perto do ângulo. Dois minutos depois veio a resposta atleticana. Viçosa cruzou da esquerda, Willlians cabeceou para a pequena área e Fábio Sanches mandou contra o patrimônio, quase abrindo o placar.

Os chutes de longa distância continuaram sendo usados e levaram perigo. Pelo lado do Goiás, Thiago Luís era o mais perigoso, enquanto Viçosa era o finalizador rubro-negro. A movimentação de Willians também chamava atenção.

Quando o jogo perdia intensidade, o Goiás abriu o placar. Aos 38, Patrick fez grande jogada individual pela esquerda, invadiu a área e mostrou tranquilidade para deslocar Kléver, com um chute cruzado: 1 x 0. Tiago Luís e Patrick voltaram a assustar o arqueiro rubro-negro em chutes da entrada da área. Já o Atlético respondeu nos minutos finais com uma finalização de Willians e um cruzamento de Bruno Pacheco (na direção do gol). Em ambos, Marcelo Rangel se esticou muito e conseguiu espalmar para escanteio.

2º tempo

Sem mudanças no intervalo, os dois times voltaram em alta velocidade, apostando em passes rápidos. Apesar disso, nenhuma finalização aconteceu nos primeiros 10 minutos. A partir dos 11, no entanto, a história mudou. Bruno Pacheco avançou pela esquerda e cruzou na medida para Júnior Viçosa, de cabeça, fuzilar o goleiro Marcelo Rangel: 1 x 1.

O gol acendeu o Dragão, que ficou perto da virada aos 13. Willians arrancou pela direita, levou até a linha de fundo e bateu cruzado. Wanderson chegou atrasado e não conseguiu completar para o gol. Aos 18, Viçosa fez belo lance individual e cruzou rasteiro para Willians, sozinho na risca da pequena área. O meia-atacante finalizou de primeira e Marcelo Rangel, com as pernas, fez grande defesa, demonstrando muito reflexo. Outra boa oportunidade aconteceu aos 33, quando Daniel Borges lançou na área para Jorginho. Sozinho na área, o camisa 10 se precipitou e cabeceou sobre a meta alviverde.

Aos 40, Tiago Luís dominou pela direita e, do bico da grande área, acertou chute cruzado, rasteiro para recolocar o Verdão em vantagem: Goiás 2 x 1 Atlético. O time rubro-negro até tentou, mas não teve forças para criar chances nos minutos finais. O clube alviverde ainda viu o lateral-direito Helder ser expulso, aos 46, após acertar o pé na cabeça de Bruno Pacheco. No entanto, não foi suficiente para atrapalhar a comemoração foi esmeraldina após o apito final.

Ficha técnica:
Atlético 1 x 2 Goiás
Data: 16/04/2017
Horário: 16h
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Bruno Rezende
Auxiliares: Bruno Pires e Leone Carvalho
4.294 pagantes
Público total: 5.407
Renda: R$ 91.685,00
Gols: Patrick (GEC) aos 38′ 1T (0-1), Júnior Viçosa (ACG) aos 11′ 2T (1-1) e Tiago Luís (GEC) aos 40′ 2T (1-2).
Cartões amarelos: Betinho (ACG); Léo Sena e Carlos Eduardo (GEC)
Cartão vermelho: Hélder (GEC)
ATLÉTICO: Kléver; Daniel Borges, Bonfim, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Abuda, Betinho (Silva), Wanderson (Negueba), Jorginho e Willians; Júnior Viçosa (João Pedro).
Treinador: Marcelo Cabo
GOIÁS: Marcelo Rangel; Helder, Fábio Sanches, Everton Sena e Patrick; Victor Bolt (Jefferson), Léo Sena e Jean Carlos (Aylon); Tiago Luís, Carlos Eduardo e Léo Gamalho (Otacildo).
Treinador: Sílvio Criciúma

Comentários

comentários

PUBLICIDADE