Goiás vence a quinta em 6 jogos no 2º turno com mais um gol e show de Michael

Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano.
Anúncios

O Goiás tem sido cruel no Estádio Serra Dourada. Contra o CSA, o Verdão conquistou sua oitava vitória em 12 jogos como mandante nesta Série A. A vitória por 1 a 0 teve gol de Michael, mais uma vez decisivo. O esmeraldino conseguiu seu 5º triunfo em seis jogos no 2º turno e retoma, momentaneamente, o título de melhor campanha do returno do Flamengo.

Na próxima rodada, o Goiás joga em Goiânia novamente. Desta vez, o embate é contra o Corinthians, no Estádio Serra Dourada. A partida acontece nesta quarta-feira (16), às 21h30. Por sua vez, o duelo do Azulão do Mutange é com o Atlético/MG. O confronto é no Estádio Rei Pelé, às 19h15 do dia 16 também, quarta-feira.

Mais do Verdão
-> Veja, lance a lance, como foi o jogo
-> Tabela da Série A

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Primeiro tempo

Na primeira etapa, o Goiás foi completamente dominante. O time goiano teve, pelo menos, quatro boas oportunidades para marcar gols, apesar de ter feito um. Por sua vez, a única chegada do CSA na metade inicial foi com chute fraco de Jonatan Gómez, de fora da área, para defesa tranquila de Tadeu.

O esmeraldino chegou pela primeira vez com perigo com Yago Felipe. O volante recebeu na intermediária e arriscou de longe. O chute saiu rasteiro, no canto direito de Jordi, e bateu na trave antes de sair pela linha de fundo. Pouco depois, após chutão, Rafael Moura deu uma casquinha para trás. O centroavante achou Michael livre, sozinho com o goleiro Jordi, em condição legal. O camisa 11 do esmeraldino tentou tirar muito do arqueiro adversário e acabou perdendo grande chance.

Mas Michael não deixaria barato. O jovem, pouco tempo após a chance desperdiçava, fez bagunça na defesa alagoana. O atacante deixou Celsinho zonzo com uma finta e chutou de canhota. A bola até pegou na rede, mas pelo lado de fora, à direita de Jordi. Aos 44, não teve jeito. Michael recebeu lindo passe de Thalles, ganhou na dividida, na saída do goleiro Jordi, e só empurrou para as redes. O gol selou a superioridade total do Verdão no primeiro tempo, enquanto o CSA sucumbiu à pressão esmeraldino e a seu estilo reativo.

Segundo tempo

No início do segundo tempo, parecia que o Azulão adotaria outra postura. O time chegou com muito perigo em dois lances seguidos, aos 9 e 11 minutos. Na primeira, uma lambança da zaga do Goiás. Rafael Vaz cabeceou contra o próprio patrimônio e exigiu ótima defesa de Tadeu. No rebote, a bola pegou em Fábio Sanches e por pouco não foi gol contra.

No lance seguinte, após cruzamento em escanteio, Naldo cabeceou caído, na altura da pequena área. A jogada exigiu muito reflexo de Tadeu, que salvou o Goiás mais uma vez. No final da partida, Ronaldo Alves, do CSA, chutou cruzado após escanteio e a bola tirou tinta da trave direita de Tadeu. Mas o esmeraldino conseguiu manter o controle do jogo, mas sem ter muito perigo ao gol de João Carlos. Michael foi, assim como no primeiro tempo, o responsável pelas principais jogadas.

Ou seja, o Goiás foi totalmente dominante no primeiro tempo e isso fez o time vencer diante da incapacidade de reação do Azulão na etapa complementar. 1 a 0 com gol e show de Michael.

Ficha técnica
Goiás 1×0 CSA – 25ª rodada da Série A
Data: 12 de outubro de 2019
Horário: 17h
Local: Estádio Serra Dourada; Goiânia (GO)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Auxiliares: Sidmar dos Santos Meurer (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Público Pagante: 7.420 pessoas
Renda: R$ 94.115,00
Cartões amarelos: Thalles e Fábio Sanches (G); Bruno Alves, Jarro Pedroso e Carlinhos (C)
Gols: Michael (44′ do 1º tempo) (G);
Goiás: Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto Júnior, Yago Felipe e Thalles (Marcelo Hermes); Michael, Rafael Moura (Dudu) e Leandro Barcia (Rafael Papagaio)
Técnico: Ney Franco
CSA: Jordi (João Carlos); Celsinho, Ronaldo Alves, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Jean Kléber, Jonatan Gómez e Bruno Alves; Héctor Bustamante (Jarro Pedroso) e Alecsandro (Safira)
Técnico: Argel Fucks

Comentários

comentários

PUBLICIDADE