Situações diferentes, mesma seca: Vila e Atlético completam 7 jogos sem vitória

Foto: Afonso Cardoso
Anúncios

De um lado, uma equipe que luta pelo acesso à Série A desde o início da competição. Por outro, um time se dissolvendo rumo à terceira divisão nacional. Porém, algo une as duas instituições – Atlético e Vila Nova – na altura da 32ª rodada da Série B.

Mais da dupla goiana
-> Dragão vai sem mudanças contra Londrina
-> Hugo J. Bravo será candidato à presidência do Vila

Atlético e Vila Nova, os dois goianos que representam o estado no torneio, não venceram os últimos sete jogos que disputaram. A última vitória dos dois foi no mesmo dia: 27 de setembro. Ou seja, não venceram em todo o mês de outubro. Apenas o Criciúma iguala essa seca, com as mesmas sete partidas.

Atlético

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para o Atlético, menos mal. São seis empates seguidos e apenas uma derrota, para o Guarani. Antes da sequência negativa, o Dragão teve 10 jogos de invencibilidade. Até pela gordura criada, o rubro-negro segue no G-4, com 51 pontos, a seis rodadas do fim. Para voltar à elite do futebol brasileiro, o Atlético terá de se afastar dos empates.

Últimos oito jogos do Atlético

Atlético 2×0 Figueirense (27/09)

Guarani 2×0 Atlético
Atlético 1×1 Cuiabá
Vila Nova 1×1 Atlético
Atlético 0x0 Ponte Preta
Botafogo/SP 0x0 Atlético
Atlético 2×2 América/MG
Operário/PR 1×1 Atlético


Vila Nova

A situação é mais complexa para o Vila Nova. Na reta final da Série B, o Tigrão é o penúltimo colocado com 31 pontos. Nos últimos instantes do Brasileirão, o colorado vive o seu pior momento na disputa – quatro derrotas e três empates nos sete jogos recentes. O alvirrubro precisa de 5 vitórias nas 6 partidas finais para escapar da Série C. Na segundona, o time venceu apenas um jogo como mandante.

Últimos oito jogos do Vila Nova

Londrina 0x1 Vila Nova (27/09)

Vila Nova 1×1 Criciúma
São Bento 3×1 Vila Nova
Vila Nova 1×1 Atlético
América/MG 2×0 Vila Nova
Vila Nova 2×2 Coritiba
Bragantino 3×1 Vila Nova
Vila Nova 0x2 Brasil de Pelotas

Comentários

comentários

PUBLICIDADE