No Serra sem torcida, colorados se enfrentam pelo G-4

Anúncios
(Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano)

No jogo mais esperado da Série B, o Vila Nova recebe o Internacional no Estádio Serra Dourada, neste sábado, 22, às 16h30. Um pecado é que o torcedor não poderá acompanhar a partida, e consequentemente o clube não terá uma boa renda. O time goiano joga de portões fechados pagando pena por briga de seus torcedores no clássico com o Goiás.

O confronto colorado é uma briga para retornar ao G-4 da Série B. O Vila Nova é sétimo colocado, com 23 pontos. O Internacional está em quinto, com 24. O quarto colocado é o CRB, que também tem 24.

Escalações

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O técnico Hemerson Maria manteve o mistério na preparação para o jogo contra o Internacional. O treinador não divulgou a escalação. E uma das novidades pode ser no esquema tático, com o time voltando a atuar somente com dois zagueiros.

Confira mais informações do Tigrão

Desfalque certo é Léo Rodrigues, que sofreu uma entorse no joelho na partida contra o Santa Cruz.

No Internacional, a única novidade do técnico Guto Ferreira deve ser o retorno de D’Alessandro em lugar de Edenílson, que está suspenso com o terceiro cartão amarelo.

Retrospecto

Vila Nova e Internacional já se enfrentaram cinco vezes. São três vitórias gaúchas, uma goiana e um empate. O tigrão marcou sete gols e sofreu 11.

As duas equipes não se enfrentam desde 2011, quando o Internacional venceu por 3 a 1, no Beira Rio, em jogo válido pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

Vila Nova x Internacional

Data: 22/07/2017

Horário: 16h30

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia

Arbitragem: Vinícius Furlan (SP); Vitor Carmona (SP) e Bruno Rizo (SP)

VILA NOVA: Luís Carlos; Maguinho, Guilherme Teixeira (Alemão), Wesley Matos e Gastón Filgueira; PH, Geovane, Alan Mineiro e Alípio; Mateus Anderson (Tiago Adan) e Moisés. Técnico: Hemerson Maria.

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Danilo Silva, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Felipe Gutiérrez e D’Alessandro; Diego, Nico López e William Pottker. Técnico: Guto Ferreira.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE