Em jogo quente, Corumbaíba vence Anápolis no Goiano de futsal

Foto: Reprodução/Corumbaíba Notícias
Anúncios

O Corumbaíba segue 100% no Campeonato Goiano de Futsal. Atuando em casa na noite deste sábado (14), o time azul derrotou o Anápolis/UniEvangélica por 6 a 3 numa partida muito quente. O jogo foi encerrado com cinco minutos restando para o fim por conta de uma confusão entre torcedores da equipe local e atletas e comissão técnica tricolores.

Os atuais bicampeões seguem liderando o Estadual, com seis pontos em duas partidas. Na próxima rodada, Corumbaíba visita o Goiás, na quarta-feira (18), na Serrinha. Por sua vez, o Galo fez sua estreia no torneio. A equipe tricolor volta à quadra também na quarta, em casa, diante do Catalão.

Mais do futsal:
-> Confira a tabela do torneio
-> Veja como foi a transmissão

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O time da casa saiu na frente, com Pebinha, em batida cruzada. Ainda na etapa inicial, o tricolor conseguiu a virada, com gols de João Vitor e Lucas Vinícius. No minuto final, Leozinho deixou tudo igual: 2 x 2.

No segundo tempo, a partida foi ainda mais quente. Já começou com gol de Parmalat, em jogada ensaiada na saída do meio da quadra. A vantagem aumentou com gols de Tekinho, em dividida com um adversário, e Juninho, duas vezes. Lucas Vinícius voltou a marcar, diminuindo o prejuízo dos visitantes. No entanto, o clima esquentou ainda mais em quadra, com entradas fortes e desentendimento, com empurra-empurra entre os atletas.

Quando os ânimos pareciam se acalmar, uma confusão ainda maior aconteceu, envolvendo torcedores do Corumbaíba e representantes do Anápolis (atletas e comissão técnica). Por falta de segurança, a partida foi encerrada quando faltavam cinco minutos. Como mais de 50% da partida foi disputada, o resultado será homologado. Será feito um relatório para que os incidentes sejam julgados.

Ficha técnica:
Corumbaíba 6 x 3 Anápolis
2ª rodada do Goiano de futsal 2019
Data: 14/09/2019
Horário: 19h
Local: Ginásio de Corumbaíba
Gols: Pebinha, Leozinho, Parmalat, Tekinho e Juninho (duas vezes) – (CBB); João Vitor e Lucas Vinícius (dois) – (ANP)
Cartões vermelhos: Caio (ANP) e Thomaz (CBB)

Comentários

comentários

PUBLICIDADE