Em clássico com 5 expulsões, Dragão bate Goiás e se aproxima do G-4

Foto: Willian Rommel/Esporte Goiano
Anúncios

O Atlético segue vivo na luta pela classificação às semifinais. Na tarde deste domingo, o Dragão venceu o Goiás por 1 x 0, em clássico quente, que teve cinco expulsões (dois rubro-negros e três esmeraldinos). Tomás Bastos, de falta, fez o gol do jogo, válido pela 13ª rodada.

Confira como foi o tempo real!

O Atlético chega aos 18 pontos, assume o terceiro lugar do grupo B e a sexta posição no geral. Agora está um ponto abaixo de Grêmio Anápolis (quinto) e Anapolina (que abre o G-4). E no próximo domingo, 17h, faz uma “decisão” contra a Rubra, no Jonas Duarte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já o clube esmeraldino segue na liderança geral, com 24 pontos (tem mais vitórias que o rival Vila Nova). Volta a campo contra o Iporá, no domingo, fora de casa.

O jogo

A primeira etapa foi equilibrada, com os dois times produzindo boas chances. Do lado esmeraldino, as principais jogadas eram nos avanços de Breno e nas tentativas de Viçosa.

Veja como está a tabela atualizada!

Do lado atleticano, as chances vieram dos pés de Tomás Bastos e Tito. Aos 33, o meia cobrou escanteio e Rômulo antecipou a defesa para cabecear forte, carimbando o travessão de Marcelo Rangel. No último lance, o goleiro se lesionou em dividida com David Duarte, seu companheiro.

2º tempo

Com Paulinho na vaga do lesionado Marcelo Rangel, o Goiás voltou para o segundo tempo. Logo aos 2 minutos, o jovem goleiro evitou gol de Cristhyan. Aos 7, no entanto, nada pôde fazer, além de assistir a cobrança de falta de Tomás Bastos no ângulo: 1 x 0. Confira o gol:

Entre os 11 e 15 minutos, o clássico pegou fogo. Felipe Garcia, Viçosa e Alex Silva quase marcaram para o Verdão, parando em grandes defesas de Kléver e em William Alves, que salvou em cima da linha. Em seguida, Raphael Silva derrubou Tito, recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um a mais, o Dragão perdeu chances de definir o duelo, com Júlio César e Cristhyan. Aos 42, Rômulo também foi expulso, ao receber o segundo amarelo. No minuto seguinte, Léo Sena agrediu Élder Santana em disputa próxima a lateral e recebeu o vermelho direto. O clima esquentou e após empurra-empurra, Bruno Santos e Giovanni também foram expulsos pelo árbitro Bruno Rezende.

Com 8 do lado esmeraldino e 9 no time rubro-negro, não faltaram espaços aos times. Tomás Bastos e Michael, que vinha sentindo lesão, quase marcaram aos 49 e 50. Aos 53, o clássico foi encerrado: triunfo e comemoração atleticana.

Ficha técnica:
Atlético 1 x 0 Goiás
13ª rodada do Goianão
Data: 11 de março de 2018
Horário: 17h
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Bruno Pires e Cleyton Pereira
Cartões amarelos: Valderrama, Rômulo, Júlio César, Tomas Bastos e Joanderson (ACG); Alex Silva, Raphael Silva, Breno e João Afonso (GEC)
Cartões vermelhos: Rômulo e Bruno Santos (Dragão); Raphael Silva, Léo Sena e Giovanni (GEC)
Gol: Tomás Bastos (ACG) aos 7′ 2T (1-0).
Atlético: Kléver; Lucas Rocha (Valderrama), William Alves, René e Bruno Santos; Rodrigo, Rômulo e Tomas Bastos; Júlio César, Cristhyan (Élder Santana) e Tito (Joanderson).
Técnico: Cláudio Tencati
Goiás: Marcelo Rangel (Paulo Henrique); Alex Silva, David Duarte, Raphael Silva e Breno; João Afonso, Rezende (Giovanni) e Léo Sena; Carlos Eduardo, Júnior Viçosa e Felipe Garcia (Eduardo Brock).
Técnico: Hélio dos Anjos

Comentários

comentários

PUBLICIDADE