Augusto César quer repetir façanha e levar Goiás novamente à final da Copa São Paulo

(Foto: Willian Rommel/Esporte Goiano)
Anúncios

Responsável pela melhor campanha do Goiás na história da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o técnico Augusto César, vice-campeão da competição em 2013, confessou que espera repetir a façanha e chegar novamente à final do torneio.

Confira a lista de atletas relacionado pelo Goiás para a disputa da Copa São Paulo!

“Em nossa preparação, fizemos quatro amistosos. Dois contra equipes profissionais e dois contra equipes amadoras. Agora, temos de ajustar alguns detalhes, como bola parada, infiltração no sistema defensivo do adversário e nos preparar para viajar. É sempre bom frisar que nossa equipe, no primeiro semestre, foi campeã goiana e, no segundo semestre, conquistamos a Copa Goiás, com a melhor defesa, o melhor ataque. Nossa equipe é muito forte e temos atletas com um potencial muito grande. Creio que a metade dos nossos atletas já jogaram uma Copa São Paulo. Essa experiência é muito importante. Esperamos ir bem na primeira fase para entrarmos no mata-mata e tentar chegar o mais longe possível. Fomos pra final em 2013 e esperamos ir para a final novamente”, comenta.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dificuldade dos adversários

Questionado sobre qual adversário teria mais dificuldade em enfrentar, Augusto fez questão de ressaltar que todos os adversários têm o mesmo grau de dificuldade e que, no geral, a primeira fase é a mais difícil da competição.

“Creio que todos os adversários são difíceis. Não conheço o São Bento, nosso primeiro adversário, por isso a dificuldade. O Santa Cruz é uma equipe grande do Nordeste e que prioriza muito a marcação e contra-ataques em velocidade. E o Nacional (SP), equipe da casa, por ter o apoio da torcida e por estar jogando no seu estádio, também tem um pouco de dificuldade. Então, é um grupo muito difícil. Costumo dizer que a primeira fase é a mais difícil da competição, porque tem a ansiedade dos atletas e a pressão de ter que vencer os jogos de qualquer maneira. Devido à ansiedade e pelo ritmo do jogo, vemos muitos jogadores com cãibra. Não são os adversários que são difíceis, mas sim a primeira fase e estamos tentando nos preparar para passar adiante”, explica.

Maurício Barbieri

Augusto também revelou já ter tido contato com o novo técnico da equipe profissional do Verdão, Maurício Barbieri. Na ocasião, os dois falaram a respeito de possíveis atletas do time sub-20 que possam integrar o grupo principal.

“O (Maurício) Barbieri esteve aqui, assistiu um dos jogos e deu uma palavra com os meninos. Num outro dia, ele esteve num amistoso que fizemos em Anápolis e nós conversamos um bom tempo a respeito de alguns atletas que têm a possibilidade de subirem para o profissional”, disse.

O Goiás estreia na competição no dia 3 de janeiro, quando encara o São Bento, às 16h.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE