Bileu e Victor Oliveira destacam experiência e briga por vaga no time

Foto: Paulo Marcos/Atlético CG
Anúncios

Depois de duas rodadas da Série B, o técnico Claudio Tencati terá mais opções para montar a equipe. Nesta sexta-feira (20), o volante Bileu foi regularizado e está à disposição. Ele foi apresentado junto com o zagueiro Victor Oliveira, que já tinha condição de jogo desde a última semana.

A apresentação da dupla mostrou a mescla que o Dragão tenta fazer no Brasileiro. Um time de muitos jovens representado por Victor Oliveira, de 23 anos, que se ampara na experiência de pilares como Bileu, de 29 anos e que já passou por 10 clubes na carreira.

– Já sou um pouco rodado no futebol. Creio que ajuda bastante (a experiência). Temos uma equipe nova, com jogadores que estão buscando espaço e vão dar tudo na competição. Estou aqui para ajudar. Estou entre os mais velhos e vou procurar ajudar os mais novos no que eles precisarem. Posso passar para eles que temos que ser um grupo forte. Todo mundo tem que estar unido dentro de campo, procurando o objetivo – destacou o volante ex-Santa Cruz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em contrapartida à rodagem de Bileu, Victor Oliveira tem poucos clubes na carreira. O jogador teve suas primeiras oportunidades no Dragão e retorna após quatro anos. Embora ainda seja um jovem, o zagueiro tem experiência de ter atuado em um grande clube como o Fluminense e no futebol do exterior.

– Estou mais maduro. Passei por outras equipes, disputei outros campeonatos. Aqui, em 2014, foi meu início. A gente vai sempre crescendo durante os anos. Chego um jogador mais preparado para uma Série B – comentou.

Querem jogar

Os dois atletas estão há pouco tempo no Urias Magalhães, mas almejam uma vaga entre os titulares. As credenciais de Bileu, além da experiência, são marcação forte, bom passe e garra, segundo o próprio. Apesar da vontade de atuar, o volante não vê a estreia tão próxima.

– Vamos conversar com o professor. Estou com pouco tempo de trabalho com o grupo. Isso pode prejudicar. Querendo ou não, falta entrosamento. Passei muito tempo fazendo complemento físico. Mas se o professor optar, vou dar meu melhor – disse.

Mais: Detalhes da venda de ingressos para Atlético x Guarani

A tarefa de Victor Oliveira é mais complicada. Para jogar, o zagueiro tem que desbancar René Santos ou William Alves, dupla que tem a confiança do técnico e se firmou como titular no Dragão.

– É uma briga sadia. A equipe tem que se reforçar e ter vários jogadores de qualidade em qualquer posição. Quem está chegando vai procurar evoluir e buscar o espaço para ajudar o Atlético – pontuou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE