Referência do voleibol goiano, Danilo anuncia aposentadoria

Emocionado, ponteiro declarou ao Esporte Goiano que vai abandonar as quadras e destacou contribuição para a modalidade no estado

0
712
Ponteiro Danilo anunciou aposentadoria. (Foto: Reprodução/Esporte Goiano)

Na última sexta-feira, 24, a derrota para o Jaó selou a eliminação do MonteCristo da Superliga B. Contudo, essa não foi a única despedida da noite. Em entrevista ao Esporte Goiano, o ponteiro Danilo, de 33 anos, anunciou sua aposentadoria.

“Estou encerrando a minha carreira, mas com orgulho de ter contribuído com muita coisa para o voleibol crescer em Goiás”, afirmou o jogador.

Goiano, o atleta nunca escondeu o amor pelo esporte. Mais que isso, Danilo sempre foi leal ao MonteCristo e ao treinador Paulo Martins. Em 2013, quando o Moc foi campeão da Superliga B, o ponteiro foi destaque. No ano seguinte, a equipe se mudou para Montes Claros-MG em busca de apoio. Danilo deixou sua terra para trás e seguiu para Minas Gerais.

Mais do voleibol goiano

De volta a Goiânia, ele pôde contribuir com o acesso para a Superliga B, conquistado através da Taça Prata e com o título goiano. Neste ano, ajudou o MonteCristo a chegar aos playoffs da Superliga B e foi o atleta mais experiente de um elenco jovem e promissor.

Referência, Danilo vai se aposentar, mas não vai abandonar o voleibol. “Eu ainda tenho muito para passar, mas fora da quadra. Eu estarei sempre ajudando para que o vôlei cresça dentro do estado”, disse.

Quando anunciou a aposentadoria, o ponteiro não conteve a emoção. Com a voz embargada, ele reafirmou o amor pelo voleibol e destacou sua contribuição para o crescimento do esporte em terras goianas.

“Vôlei é a minha vida. Estou deixando as quadras de coração partido, mas contribuí, ajudei. Foram 25 anos no voleibol em Goiás, fora, longe do Brasil. Saio satisfeito pelo que fiz e pelo meu trabalho durante esse tempo”, avaliou.

Último jogo
Danilo consola Léo Alexsander após eliminação.(Vitor Monteiro/Esporte Goiano)

Para encerrar a carreira, nada melhor que um clássico. Danilo foi titular durante toda a partida diante do Jaó. Lutou, se esforçou, gritou e acalmou seu MonteCristo. Entretanto, nada pôde fazer para evitar a eliminação nas quartas. Consciente, o ponteiro admitiu a superioridade auriazul.

“O Jaó jogou melhor. É uma equipe experiente e que estava bem mais preparada. Já joguei com eles e sei como funciona. O jogo foi bom tecnicamente. O Jaó jogou muito bem”, reconheceu.

Comentários

comentários