5.6 C
New York
segunda-feira, abril 22, 2024
InícioFutebolGoiásPaciello garante a permanência de Agnello e Zé Ricardo no Goiás e...

Paciello garante a permanência de Agnello e Zé Ricardo no Goiás e fala sobre contratações

O CEO executivo do Goiás, Luciano Paciello, garantiu a permanência de Zé Ricardo e de Agnello Gonçalves no Goiás, mesmo com a eliminação precoce no Goianão. Segundo o profissional, nada de decisões precipitadas serão tomadas até então e que a comissão técnica e a de futebol tem sua confiança. O CEO assumiu a responsabilidade da eliminação.

Mais do Verdão:
Zé Ricardo faz polêmica em entrevista pós-jogo contra o Goiânia
Time corre o risco de ficar fora da Copa do Brasil 2025

A responsabilidade é minha, sou eu que estou na frente do projeto. Minhas convicções são as mesmas de quando eu cheguei. Não ocorrerá demissões. Estamos no mercado. O olhar no mercado já está sendo feita, tenho várias negociações que não deram certo, mas estamos olhando, a ideia é reforçar. Sabemos que precisamos de mais atletas. Vamos fazer uma avaliação interna para ver um time mais adequado para Série B. Entendo a frustação da torcida, mas o projeto segue e estamos focados na Série B. Vamos trazer peças pontuais. 

Paciello ainda comentou sobre a situação do argentino Mauro Mendez, do Estudiantes. Segundo o mesmo, a não contratação do atacante foi pela variação financeira durante as conversas. Ele que não avançou nas negociações, visto que ultrapassaria o teto estabelecido pelo Goiás.

- Anúncio -

-Sobre Mauro Mendes, em nenhum momento foi feito uma votação, em nenhum momento o conselho de gestão barrou a negociação. As conversas começaram e no decorrer da negociação os números foram alterados, e a decisão foi minha, foi por mim que não segui. É injusta a afirmação que o conselho vetou, não ocorreu, volto a dizer que foi por mim que a negociação não evoluiu.

SOBRE EDMINHO

O CEO executivo ainda foi bastante incisivo na coletiva que deu, afirmando que tem total autonomia no Goiás. Rechaçou os comentários de que Edminho Pinheiro, membro do conselho deliberativo do clube, ainda “manda” no Goiás.

– Desde o dia primeiro de janeiro, eu sou o responsável. Sou o líder do projeto. É injusto o que está sendo falado sobre o Edminho, em nenhum momento ele me ligou, me indicou ou falou algo. As decisões foram tomadas por mim, ou pelo Agnello ou pelo Zé Ricardo. Em hora nenhuma ele participou, a autonomia que me deram ainda está valendo. Preciso ser enfático, sou eu que mando nas decisões. 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Rádio Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Profissional na área esportiva desde 2012.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P