5.6 C
New York
sexta-feira, maio 24, 2024
InícioQuadraFutsalAnápolis libera futsal, mas federação mantém esperança em Goiânia

Anápolis libera futsal, mas federação mantém esperança em Goiânia

A Secretaria Municipal de Esportes (Semes) de Anápolis garantiu a liberação do ginásio Carlos de Pina para disputa do Campeonato Goiano de Futsal. Contudo, a Federação Goiana de Futebol de Salão (FGFS) ainda mantém esperanças de que a Secretaria Estadual de Esporte e Lazer (Seel) autorize o uso do ginásio de Campinas.


Em comunicado aos clubes, a entidade informou que, incialmente, o estadual está marcado para Anápolis, nas datas de 11, 12 e 13 e também 18, 19 e 20 de dezembro. Porém, o local pode ser alterado se houver liberação do ginásio de Campinas, “o que está na iminência de acontecer”, segundo a FGFS.

Mais do futsal
Goiano está presente na temporada da LNF
Vila terá trabalho integrado de futsal e futebol

- Anúncio -

Nesta quarta-feira (2), a FGFS enviou um emissário para dialogar com o superintendente de Vigilância em Saúde da prefeitura de Goiânia, Yves Mauro Ternes, sobre a possibilidade de expedição de uma nota técnica para permitir a competição na capital. “Se o prefeito emitir um decreto, fica mais fácil para a Seel liberar”, argumenta o presidente da federação, Murilo Macedo.

O dirigente destaca ainda que o pedido de autorização está no gabinete do secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino. “Nosso pedido está com todos os protocolos, cumprimos todas as diligências”, afirma Macedo.

O prazo final para decidir definitivamente a sede é sábado (5). Nesta data, às 14h, a FGFS fará um congresso técnico, via videoconferência, para confirmar o Campeonato Goiano e seus participantes.

Sem alojamento

Um dos empecilhos para os times será a falta de alojamento. Nenhuma das cidades candidatas a sede do Goiano permitem que os atletas sejam alojados. Portanto, os times participantes teriam de arcar com hospedagem. Equipes de municípios distantes de Anápolis e Goiânia, como Rio Verde, Rialma, Itumbiara, Corumbaíba e Valparaíso de Goiás, que expressaram desejo de jogar, teriam, destarte, mais dificuldade.

– Algumas equipes podem desistir em razão de ter que ficar em hotéis. Geralmente conseguimos alojamentos em ginásios e escolas próximas. A quantidade de atletas é grande. Para uma equipe gastar com hotel, por menor que seja o valor, já impacta no orçamento deles – destaca o presidente da FGFS.

 A federação pretende promover o estadual nas categorias sub-13, sub-15, sub-17, sub-20 e adulto masculino, além do adulto feminino. Contudo, é necessário que pelo menos três equipes confirmem participação em cada uma delas. A definição ocorrerá no congresso técnico de sábado.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P