Atlético se posiciona sobre imbróglio judicial de Tito com ex-clube

Foto: Paulo Marcos/Atlético CG
Anúncios

A Justiça do Trabalho acatou um recurso do Confiança (SE) e devolveu ao clube nordestino os diretos federativos do atacante Tito, atualmente no Atlético. O jogador havia se desvinculado do time azulino no ano passado alegando o não recebimento do FGTS. Com isso, o atleta fica, por ora, impedido de atuar por outra equipe.

Na tarde desta terça-feira (15), o diretor de futebol e vice-presidente rubro-negro, Adson Batista, afirmou que o clube goiano ainda não foi notificado. “Nesse momento, tudo é mera especulação. Sabemos que ele tinha essa questão judicial com o Confiança. Quando formos notificados, o jurídico vai responder por isso e nos posicionar sobre o assunto”, disse.

Mais do Dragão
Foto: Paulo Marcos/Atlético CG

Com dois gols marcados, Tito é, ao lado de João Paulo, o artilheiro do Atlético na Série B até aqui e vem sendo titular absoluto no ataque. Caso não haja reversão do caso na Justiça, o Confiança, embora não conte com o atacante, exige que o clube ou o próprio jogador negociem a liberação. Segundo Adson, o Dragão não pagará para ter os direitos de Tito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

– O Atlético não é um clube comprador. Estamos refazendo nosso estádio. Temos prioridades e não temos orçamento para comprar jogador. O Atlético não vai comprar jogador. Se caso o Tito não venha a ter documentação favorável à continuidade, vamos buscar outra alternativa – pontuou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE