Para receber Série B, Atlético trabalha em ampliação do Antônio Accioly

Imagem: Reprodução/Projeto Iura Mendonça
Anúncios

– Por Willian Rommel e Rafael Tomazeti

Desde o ano passado, o Atlético vem investindo na infra-estrutura do clube. Primeiro, a diretoria melhorou as instalações do CT do Urias Magalhães e depois focou na reconstrução do Antônio Accioly. Depois de reformar a parte já existente, as obras no estádio de Campinas entraram em um novo estágio.

Quem vai ao local pode notar que existe um canteiro de obras. As fundações para as novas arquibancadas e para o prolongamento das já existentes foram feitas. No gol norte, as obras estão mais avançadas, com as primeiras estruturas de concreto e aço já surgindo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Tudo isso faz parte de um projeto de readequação do Accioly, que o Dragão toca há muito tempo. O estádio, que esteve fechado desde 2010 até ser reaberto no duelo contra o Itumbiara neste ano, poderá ser a casa rubro-negra em jogos da Série B.

Em fase anterior à ampliação, fachada do estádio foi modernizada pelo clube.(Foto: Paulo Marcos/Atlético CG)

O projeto foi feito pela empresa Iura Mendonça Arquitetura e Interiores e prevê que a praça esportiva seja em um formato de U, com quatro lances de arquibancada, elevando a capacidade máxima para 10 mil pessoas, o mínimo exigido pela CBF para partidas da Série B do Brasileiro. A execução está na fase final. Nas fases anteriores, o clube reconstruiu a loja oficial, as bilheterias e as antigas arquibancadas.

Veja mais: Associação luta para ver Dragão de volta ao estádio

Sem data marcada

Apesar das obras estarem a pleno vapor, o vice-presidente do Atlético, Adson Batista, não estima uma data para conclusão da ampliação.

– Não vamos colocar nenhuma data, mas nosso objetivo é que aconteça com uma certa rapidez, porque já planejamos datas da outra vez e isso é muito difícil de se cumprir. Mas a gente vai fazer, estamos trabalhando pra isso e esperamos que isso possa ocorrer, porque é muito importante pro clube – disse ao Esporte Goiano.

Embora o clube não tenha uma data firmada, os dirigente trabalham com a expectativa de receber jogos da Série B no estádio por volta da 10ª rodada.

Veja o vídeo que mostra o projeto de ampliação do estádio do Dragão

O custo total da obra também não foi divulgado pelo Atlético. Até a reabertura do Accioly, em fevereiro deste ano, Adson revelou que havia sido investidos cerca de R$ 3 milhões. De acordo com o vice-presidente rubro-negro, o orçamento total não pode ser mensurado, já que se trata de uma reconstrução completa da praça esportiva.

No entanto, o Adson garante que o Dragão está bancando as obras com recursos próprios. Ainda não há uma estimativa de impacto financeiro. Contudo, a diretoria atleticana espera que a utilização do Accioly reforce o caixa do clube nos próximos anos.

– O Atlético está pagando com recursos próprios. São oriundos de negociações de jogadores e de recursos que o deputado federal Jovair Arantes conseguiu para o clube. A gente está buscando consolidar essa reforma diminuindo gastos em todos os setores. Queremos privilegiar esse setor importantíssimo para o clube. Queremos que o clube economize no futuro, podendo mandar seus jogos numa praça própria. Isso vai trazer muitos pontos positivos, financeiros e identificação com sua torcida por ser um local histórico e onde o atleticano sempre quer prestigiar sua equipe – afirmou o vice-presidente rubro-negro.

Veja como está o andamento da ampliação e as melhorias já prontas no Accioly

Comentários

comentários

PUBLICIDADE