Organização quer manter Copa Cidade de Goiânia e avalia adequar Pró-Vôlei

Copa Cidade de Goiânia em 2019. (Foto: Pedro Hara/EG)
Anúncios

Os organizadores da Copa Cidade de Goiânia e da Copa Pró-Vôlei, ambos torneios de base, pretendem realizar competições no segundo semestre. A ideia inicial é manter o formato da primeira e fazer adequações no formato da outra, que geralmente tem quatro etapas anuais em cada uma das três categorias.

A Cidade de Goiânia, realizada sempre em outubro, em homenagem ao aniversário da capital goiana, ficaria com a data e formato mantidos, além de deixar aberta a participação de equipes de outros estados.

Mais dos esportes em Goiás
LGV ainda planeja três competições em 2020
Para cumprir calendário, base pode ter maratona de jogos no basquete

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por outro lado, a Pró-Vôlei avalia a possibilidade de fazer duas etapas, dividindo as equipes, que seriam oito, em dois grupos, reduzindo os jogos, e classificando dois em cada grupo, de cada categoria, para um playoff. Os times então fariam jogo único em semifinal e final para definir os campeões Mirim, Infantil e Infanto.

Apesar dos planos, o professor Rogério Santos, organizador dos torneios, está apreensivo. “Não conseguimos visualizar a liberação das aglomerações. Isso nos deixa muito inquietos e preocupados”, afirmou.

No caso da Copa Cidade de Goiânia, que recebe equipes de vários estados, ele cita que o cenário é incerto em todo o país e teme pelo cancelamento.”Não sei se teremos público. Tem muita gente achando que não vai acontecer nada no segundo semestre. Será que teremos alunos? Será que os pais vão confiar de deixar os meninos irem?”, questiona.

 

Comentários

comentários

PUBLICIDADE