Marlone busca retomada na carreira e chega ao Goiás sonhando alto

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás EC
Anúncios

No terceiro empréstimo consecutivo após chegar ao Corinthians, o meia Marlone quer voltar a se destacar. O jogador, que teve boas temporadas em 2015 e 2016, chega ao Goiás almejando retornar ao alto nível. Em sua apresentação nesta terça-feira (8), ele afirmou que o Alviverde foi uma grande escolha na tentativa de retomar a carreira.

Questionado sobre os anos de baixa e os sucessivos empréstimos, Marlone ressaltou que embora não tenha alcançado o nível de outrora, tornou-se um atleta mais experiente.

– No futebol há coisas que não se pode explicar. Eu busco sempre experiências. Por onde passei eu busquei conselhos. Muitas vezes nossos planos não se concretizam. Futebol tem muito disso. Às vezes as coisas não fluem em algum clube e você tenta em outros lugares. Eu penso muito em buscar ritmo de jogo e é isso que tem acontecido na minha carreira. Espero que aqui no Goiás eu ajude o clube a fazer um 2019 feliz – disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Novo xerife, Rafael Vaz quer deixar nome na história esmeraldina

O meia chega ao Verde com ambição. De acordo com Marlone, a intenção é fazer uma temporada brilhante em 2019. Para isso, o atleta destaca a importância de uma pré-temporada bem feita, para que o time atinja o nível mais alto em um período mais curto.

– Eu chego pensando grande. Quero fazer um grande ano. É claro que o momento não é de prometer, mas de trabalhar muito. A comissão tem nos preparado bem, e o Goiás dá toda estrutura para estar sempre buscando o alto nível. Quero fazer um grande ano junto com meus companheiros para buscarmos grandes coisas – comentou.

Destaque nos treinos

Marlone tem treinado bem neste início de pré-temporada e deixa a torcida esmeraldina esperançosa com o que pode vir em 2019. O jogador, no entanto, prefere acalmar os ânimos. “O treino é muito diferente do jogo. Estou focado em trabalhar e pegar uma condição física boa. O calendário brasileiro é desgastante e temos que trabalhar sempre forte”, ponderou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE