Após empate, Kozlinski pede ajuste na bola parada: “Precisamos melhorar essa questão”

Foto: Willian Rommel/Esporte Goiano
Anúncios

Pela segunda vez na Série B e no ano de 2019, o Atlético não venceu uma partida no Estádio Antônio Accioly. Contra o Vitória, assim como foi contra o Coritiba, os comandados de Wagner Lopes apenas empataram em 1 a 1. O goleiro Maurício Kozlinski elogiou a atuação da equipe, mas disse que o Dragão precisa ajustar a questão da bola parada, que vem sendo um perigo ao gol atleticano.

Atlético negocia a contratação do volante Kauê, do Coimbra-MG!

“Nos dois jogos (contra Coritiba e Vitória), nós levamos gols de bola parada logo no início. Em ambos, nossa equipe criou bastante, buscou o jogo o tempo inteiro. Empatamos e, por alguns detalhes, não conseguimos virar o jogo. Mas acredito que fomos superiores nos dois jogos. Então, a gente vêm mantendo um bom futebol dentro de casa, mesmo não saindo com a vitória. O que importa é o nosso rendimento, e eu acho que a equipe rendeu bem. Precisamos só ajustar essa questão da bola parada para conseguirmos melhores resultados dentro de casa”, analisou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ex-atleta do Avaí, Kozlinski conhece bem o Figueirense, adversário da próxima sexta-feira (31). Ao ser questionado sobre o que esperar da equipe catarinense, o arqueiro projetou um jogo difícil, principalmente por conta da temperatura.

“Se eu não me engano, joguei três clássicos no (Orlando) Scarpelli. Empatei os três. Geralmente, nos clássicos em Santa Catarina, o Avaí ganha no Scarpelli e o Figueirense ganha na Ressacada. É uma disputa boa e bem equilibrada. Espero por um jogo bem difícil, pois o Figueirense é um postulante ao acesso. É um campo muito difícil de se jogar, com muito vento. Esperamos uma temperatura bem diferente da que está fazendo aqui. Temos de buscar nos adaptar para fazer um bom jogo e buscar a vitória”, finalizou.

O Atlético volta a campo na próxima sexta-feira (31), quando vai até Florianópolis para encarar o Figueirense, às 19h15, no Estádio Orlando Scarpelli, pela sexta rodada da Segundona.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE