Goiás joga bem, quase se complica, mas bate Londrina e deixa Z-4

Foto: Reprodução/PFC
Anúncios

O Goiás sofreu mais que o necessário, mas venceu o Londrina por 3 a 1 no estádio do Café, na noite desta terça-feira (12), e deixou a zona de rebaixamento. A partida foi nervosa, e o Tubarão terminou com um a menos. Superior em campo, os goianos chegaram ao segundo triunfo consecutivo pela primeira vez na Série B.

O Verde tem agora 11 pontos na tabela e está em 15º. Para confirmar a saída do Z-4, o time goiano depende de outros resultados até o fim da rodada. O próximo compromisso alviverde é na quinta-feira (21), às 21h30, contra o Juventude. O jogo está marcado para o Serra Dourada, mas pode ser transferido para o Olímpico.

Clique aqui e veja como foi o duelo lance a lance

Vantagem alviverde
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo começou equilibrado, mas o Goiás dava sinais de que poderia marcar. Bem organizado em campo, o time esmeraldino era mais perigoso nos ataques e se segurava bem na defesa. As oportunidades, no entanto, não apareceram tão cedo.

Na primeira vez em que teve uma grande chance, o Verde não decepcionou. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou com Michael. O atacante cruzou na área, e Lucão, em posição legal, dividiu com o goleiro Vagner. A bola foi parar nos pés de Carlos Eduardo, que aproveitou a ausência do arqueiro e tocou para marcar o gol alviverde.

Nervosismo e falha defensiva

No segundo tempo, o domínio esmeraldino foi total. O time visitante atacou o tempo todo e não deu chances ao Londrina nos primeiros 15 minutos da segunda etapa. Edcarlos quase marcou de cabeça, e Michael também teve chances. A melhor foi de Lucão, aos nove minutos, que saiu na cara do goleiro Vagner, mas não conseguiu marcar.

Aos 15 minutos, houve uma confusão. O árbitro chegou a marcar pênalti após um toque de mão de Edcarlos, mas depois voltou atrás e marcou falta de Safira em cima do defensor esmeraldino. O lance gerou muita revolta nos donos da casa, que logo depois tiveram Sílvio expulso de campo.

Com um a menos e dominando, só uma bobeira poderia tirar a vitória do Goiás. E ela aconteceu. Aos 28 minutos, Ernandes dormiu na meia-lua da área e perdeu a bola para Safira. O atacante tocou para Felipe Marques fuzilar Marcos e empatar a partida no Café.

Vitória do merecimento

Com tudo que fez no jogo, o Goiás sairia com gosto de derrota caso não trouxesse os três pontos. Os esmeraldinos voltaram com tudo ao ataque. Carlos Eduardo, Giovanni e, principalmente, Michael tiveram boas chances, mas desperdiçaram.

O gol da vitória parecia questão de tempo, mas só veio aos 40 minutos. Com o Verde todo na área, Giovanni chutou para o meio. O instinto goleador de Lucão voltou a funcionar e, de letra, o atacante desviou a bola e recolocou o Alviverde na liderança do placar.

Sem organização e na base da raça, o Londrina foi à frente e deixou muitos espaços. Assim ficou fácil para Carlos Eduardo, aos 45 minutos, fechar o caixão alviceleste. O jovem atacante aproveitou a contragolpe mortal puxado por Tiago Luís, que cruzou na medida para que ele concluísse e garantisse os três pontos.

Ficha Técnica
Londrina 1 x 3 Goiás – 11ª rodada da Série B
Data: 12 de junho de 2018
Horário: 18h
Local: Estádio do Café; Londrina, PR

Árbitro: Marielson Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos de Oliveira (BA) e Marcos de Amorim (BA)

Amarelos: David Duarte (GOI); Sílvio, Luizão, Luccas Brasil, Thomás, Safira (LON)
Vermelho: Sílvio (LON)
Gols: Carlos Eduardo, aos 14’1T e aos 45’2T, e Lucão, aos  (GOI); Felipe Marques, aos 28’2T (LON)

Londrina: Vagner; Reginaldo (Lucas Ramon), Lucas Costa, Dirceu e Roberto; Sílvio, Germano, Thomás e Moisés Gaúcho (Safira); Paulo Henrique (Diego Lorenzi) e Felipe Marques.
Técnico: Marquinhos Santos.

Goiás: Marcos; Alex Silva, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; Gilberto Jr., Giovanni e Renato Cajá (Tiago Luís); Carlos Eduardo, Michael (Felipe Garcia) e Lucão (Jacó).
Técnico: Ney Franco.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE