Ecival Martins avalia rebaixamento iminente do Vila: “peço perdão aos torcedores”

Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano
Anúncios

Na noite de ontem, o Vila praticamente selou sua queda para a Série C. Apesar de ainda não estar rebaixado matematicamente, a equipe precisa de uma combinação improvável de resultados no decorrer da penúltima rodada e na última rodada da Série B. Além disso, a equipe precisa tirar uma diferença de gols, atualmente de -7, do Figueirense.

Mais do Vila
Elias detona planejamento do colorado e erros da direção

O presidente do clube, Ecival Martins, jogou a toalha. Para ele, o jogo contra o Oeste não foi determinante para o rebaixamento do Vila, o descenso vem de várias rodadas atrás. O mandatário também pediu perdão a torcida e pediu para que os torcedores não abandonem o clube no próximo ano, quando a equipe irá disputar a Série C.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não caímos hoje, mas várias rodadas atrás. A torcida do Vila é sofrida, merece todo meu respeito e carinho. Peço perdão a esse torcedor, que sempre batalhou pelo Vila Nova. Independente da situação, sei que está dolorido e que muitos estão me xingando, mas peço que não abandonem o clube e apoiem no próximo ano. Em alguns momentos chamei e cobrei. Nesse momento, agradeço e peço perdão (à eles)”, analisou o presidente a queda do Vila, se desculpando com a torcida.

“Não fujo da responsabilidade”

O próximo presidente do Vila Nova será possivelmente Hugo Jorge Bravo, que hoje ocupa o cargo de diretor de futebol. Ecival eximiu o profissional da culpa e agradeceu pelos serviços prestados. Ecival chamou para si a responsabilidade pelo que ocorreu e destacou o compromisso de Hugo Jorge Bravo com o Tigre.

“Não posso ser covarde. O Hugo veio para ajudar, aceitou o desafio, é um grande vilanovense. Fez tudo que era possível, tentou fazer o que considerava melhor para o Vila Nova, mas infelizmente não deu certo. A responsabilidade era minha e ele tentou fazer o melhor. Não precisava estar aqui hoje, passando por isso. Ele teve honra, Certas situações são só para homens de verdade, tem pessoas que querem viver só a glória, só o sucesso, mas existem pessoas que tem a coragem de viver os momentos de dificuldades. Eu soube fazer isso, não fujo da responsabilidade em momento algum”

Parte financeira

Após o final da partida de ontem, Elias revelou estar com três meses de salários atrasados. Sobre a parte financeira do Vila, Ecival poupou as palavras e se defendeu.

“Entrego o Vila melhor do que recebi, tenho certeza”, encerrou o presidente.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE