5.6 C
New York
domingo, abril 21, 2024
InícioVelocidadeAutomobilismoCompetições levaram 250 mil pessoas ao Autódromo de Goiânia em 2023

Competições levaram 250 mil pessoas ao Autódromo de Goiânia em 2023

No embalo das últimas temporadas da velocidade, o Autódromo Internacional de Goiânia Ayrton Senna fecha o ano de 2023 com público de cerca de 250 mil pessoas. A praça esportiva sediou as principais categorias do automobilismo nacional, com etapas da Stock Car, Superbike Brasil e Copa Truck.


Também vieram para a capital goiana a Porsche Cup e Endurance Brasil. No cenário regional, o destaque ficou por conta de eventos como o GP Goiás de Motovelocidade e o Centro-Oeste de Marcas e Pilotos.

Mais da velocidade
Goiano na Stock, Raphael Teixeira cita orgulho

- Anúncio -

Titular da Secretaria de Esporte e Lazer (Seel), Edson Sales diz que o autódromo tem sido palco de “emoções intensas, velocidade inigualável e momentos inesquecíveis desde sua inauguração, em 1974. “Nessas cinco décadas de existência, o autódromo passou por momentos significativos e hoje segue moderno e seguro, o que o torna único”, comenta.

Representante goiano na Stock Car, o piloto Raphael Teixeira ressaltou o orgulho de defender a bandeira do estado. “O Autódromo de Goiânia é muito especial para mim, eu cresci aqui dentro. Tive grandes resultados. Em 2023 pude utilizar o número 49, em homenagem ao seu aniversário, e espero usar o 50 no ano que vem, para contemplar essa data tão importante para o melhor autódromo do Brasil”, afirmou Raphael, se referindo ao cinquentenário que será completado em 2024.

Piloto brasileiro com maior número de corridas na Fórmula 1, Rubens Barrichello também correu em Goiânia pela Stock Car. Com um bom histórico no circuito, Rubinho venceu as duas corridas da categoria e tem um apreço especial pela pista.

“Goiânia é muito especial para mim, desde que eu comecei a carreira. Me identifico muito não só pelas vitórias, mas pela alegria do povo, o calor, gosto muito da cidade. Corri muito aqui pela Fórmula Ford, e quando entrei para Stock Car e voltei a correr aqui em Goiânia foi uma alegria imensa”, enalteceu Barrichello.

O ex-Fórmula 1 Felipe Massa também considera o autódromo um dos melhores do Brasil. “É um dos melhores do país hoje em dia, com boa estrutura, opções de traçados misto e anel externo e é a pista que marcou a primeira vez que guiei um Fórmula Chevrolet em um treino em 1996 e a minha estreia na Stock Car em 2021”, disse.

Outros esportes

Além de servir ao esporte a motor, o Autódromo de Goiânia também é utilizado quase que diariamente para outras atividades esportivas. Para o triatleta Santiago Ascenço, a utilização da praça para treinamentos é fundamental para a segurança e desenvolvimento dos atletas.

“Eu posso dizer que os atletas goianos são extremamente privilegiados em poder treinar no Autódromo de Goiânia, porque é uma realidade que não existe nos outros estados. É uma garantia de treinos de qualidade, com alto nível de rendimento, mas também um atrativo para ciclistas iniciantes, de todas as idades, sem o perigo das ruas e estradas”, comemorou o atleta.

Atleta de ciclismo de estrada, tendo no currículo três Olímpiadas, título mundial dos Jogos Militares, 26 títulos brasileiros, entre outros, a multicampeã Janildes Fernandes também treina no Autódromo de Goiânia. “Treinar lá é de extrema importância para todos os amantes do esporte no estado. Lá a gente se sente mais seguro e tem menos riscos de acidentes. Os atletas se sentem honrados em ter aquela estrutura disponível, que certamente não tem preço”, destaca.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P