5.6 C
New York
quinta-feira, agosto 13, 2020
Início Blogs Tá na rede! - Por Alex Rodrigues A principal peça ainda não está pronta

A principal peça ainda não está pronta

O Atlético vem se preparando e bem para a disputa do Campeonato Brasileiro. A equipe goiana anunciou a contratação de Vágner Mancini, treinador experiente na competição. Na semana passada oficializou as chegadas de Matheus Frizzo, meia que veio do Grêmio, João Victor, zagueiro que era do Corinthians, e recentemente Everton Felipe, que já atuou na elite nacional por Sport, São Paulo e iniciou a atual temporada no Cruzeiro.

Mais do Dragão:
-> Alex Rodrigues: Contratação de Mancini e a dupla esperança rubro-negra
-> Após decisão judicial, obras do Accioly serão retomadas. Saiba mais!

Se tratando de Atlético, que costuma apostar em atletas ‘desconhecidos' do grande público, Adson Batista tem se mostrado mais ousado em 2020. Segurou boa base do time que subiu ano passado, contratou para o Goiano pensando no Brasileiro, e segue se reforçando. Porém, a principal peça da equipe rubro-negra no últimos anos ainda não está pronta para a Série A. Falo do Estádio Antônio Accioly.

Na Caverna do Dragão o rubro-negro tem ótimo retrospecto, desde a reinauguração. Perdeu pouquíssimos jogos, e se mostra cada vez mais forte ali. Vitória em clássicos, em jogos decisivos pela Série B, contra o Santos de Sampaoli (que na época jogava o melhor futebol do país). A casa do Atlético ainda passa por reformas, e dificilmente estará a disposição para as primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro.

Com o novo decreto que vem sendo respeitado em Goiânia, as obras no local estão, nesse momento, paralisadas. Primeiro o clube sofreu com a questão financeira, já que a Estadium.bet, principal parceira do clube, suspendeu o contrato, e era dali que a diretoria retirava verba para investir no Accioly. De olho em novos investidores, a diretoria tenta pelo menos a liberação com as autoridades políticas para que as obras possam acontecer durante esse período de isolamento social. Mesmo que com poucos funcionários, é melhor te-la em andamento do que completamente paralisada.

Em questão de estrutura e capacidade de público o Antônio Accioly está pronto. O Atlético ainda precisa trocar toda a parte de iluminação, que por sinal é a mais cara da obra, para atender as exigências da CBF. O estádio, uma das principais referências do bairro de Campinas, que hoje completa 210 anos de fundação, vai ganhar em tecnologia também, com a estrutura sendo montada para o árbitro de vídeo.

Mesmo que nos primeiros jogos, caso fique pronto, sendo realizados com portões fechados, o Antônio Accioly é uma arma para o Dragão no Brasileirão. Pelo gramado, pelo ambiente, por se sentir em casa, mesmo não treinando lá diariamente. Nas últimas vezes que precisou do Olímpico, o Atlético também se deu bem. Torço apenas para que não precise ir para outro estado, ou mesmo para o Serra Dourada. Já que esses lugares não tem a cara do Dragão. Penso que é em Campinas, com a galera grudada no alambrado, fazendo pressão nos adversário, que o Atlético pode surpreender muita gente no Campeonato Brasileiro.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube
Anúncio

Últimas

“Pode vir, Liverpool”: vitória com autoridade sobre Flamengo empolga Atlético/GO em rede social

A goleada sobre o Flamengo nesta quarta (12) empolgou os torcedores do Atlético Goianiense e também o clube. Em uma rede social (twitter), o Dragão brincou com a atuação e aproveitou para cutucar o clube carioca, ao desafiar o Liverpool/ING.

Ney Franco vê jogo equilibrado em derrota contra Athletico/PR: “Estávamos há cem dias sem fazer um jogo oficial”

O treinador Ney Franco, em entrevista coletiva após a derrota do Goiás para o Athletico-PR por 2 a 1, normalizou o resultado...

Muito superior, Atlético atropela Flamengo na estreia da Série A

Com facilidade e um "show" de bola, o Atlético goleou o Flamengo por 3x0, no estádio Olímpico. A partida da segunda rodada da Série A marcou a estreia goiana na competição. Ferrareis, Jorginho e Hyuri marcaram os gols do time atleticano, garantindo a primeira vitória do time no torneio.

Goiás sofre com lei do ex e perde para o Athletico-PR

A lei do ex fez a diferença na Arena da Baixada. O Goiás estreou na Série A com derrota para o Athletico Paranaense. O revés por 2 a 1 foi definido pelo atacante Carlos Eduardo, criado na base esmeraldina. Vitinho marcou o outro gol do Furacão, enquanto Daniel Bessa descontou, de pênalti, nos acréscimos da primeira etapa.

Veja como foi: Atlético Goianiense 3 x 0 Flamengo

O Atlético Goianiense inicia sua caminhada no retorno à Série A nesta quarta (12). Pela segunda rodada do Brasileirão, o clube goiano faz sua estreia. O adversário será o Flamengo, atual campeão nacional e da Libertadores, no estádio Olímpico, a partir das 20h30. Clique aqui e veja tudo sobre a partida.
Anúncio