Apresentado, Barroca quer deixar o estilo de jogo de lado e focar apenas no acesso

Anúncios

O técnico Eduardo Barroca foi oficialmente apresentado pelo Atlético, na tarde desta terça-feira (15). O treinador comandou por último o Botafogo, pela Série A do Campeonato Brasileiro e foi demitido após sequência negativa no segundo turno. No Dragão, chega com o objetivo de treinar o time para os nove jogos restantes da Série B. Ontem, ainda sem o comando de Barroca, o rubro-negro empatou em casa por 0 a 0 com a Ponte Preta.

Mais do Dragão
-> Veja como foi o empate com a Ponte
-> Atlético terá desfalques importantes em Ribeirão Preto

Aos 37 anos, o estilo do novo treinador atleticano já é conhecido. Com o Botafogo, se notabilizou por um jogo de muita posse de bola e ofensividade. Porém, em sua apresentação, Eduardo deixou claro que o tempo não permite com que a sua cara seja vista nesse time do Atlético. O objetivo maior é o acesso para a elite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Na verdade, eu não pretendo implementar o estilo do Barroca aqui. Faltam nove partidas em uma competição que está em andamento e estou com uma equipe em uma zona dentro do objetivo a ser alcançado (G4). O que preciso fazer é aumentar a confiança dos atletas. Mas uma coisa que não abro mão é de um jogo com protagonismo e coragem. Isso aí não tenho dúvidas de que vou ter dos meus jogadores”, decretou o comandante.

O chamado

Para Eduardo Barroca, o que fez a diferença para chegar ao Dragão foi a fama que o time tem no mundo do futebol, pela organização e seriedade da diretoria. O treinador revelou que não pretendia treinar outra equipe após a demissão no Botafogo, no início de outubro. O plano de carreira e a expectativa pelo acesso fez com o que o treinador se demovesse da ideia de ficar parado até 2020.

“O meu plano de carreira não era trabalhar mais este ano. Estive no Botafogo, seleções de base, Corinthians, Botafogo de novo e vim emendando um trabalho em cima de outro. Mas diante de um convite como esse, em um clube que te dá essas condições para trabalhar, grupo de jogadores extremamente recomendado, a equipe com uma necessidade de subir, então não pensei nenhuma vez na hora que recebi a oportunidade. Entendi que seria uma chance que me daria um salto de qualidade na minha vida profissional” , cravou Barroca.

Elogios de Barroca ao antecessor 

O técnico Eduardo Barroca, com passagens por Botafogo, seleções de base e categorias inferiores do Corinthians, fez questão de elogiar Wagner Lopes em sua chegada ao Atlético. Além disso, Barroca prometeu dedicação máxima ao objetivo do acesso, apesar do tempo curto para treinamentos e ajustes.

“É um desafio bastante especial pelas circunstâncias. Estou dando sequência a um trabalho bem feito e que foi vitorioso. Acho que é importante aqui ressaltar o meu respeito ao trabalho e à pessoa do Wagner Lopes. É uma situação nova. Vai ser um período curto para atingir um objetivo tão importante e espero que a gente consiga atingi-lo (Série A). O que prometo à diretoria e aos torcedores é entrega total nesses próximos 45 dias”, afirmou.

O Dragão volta a campo pela 30ª rodada da Série B na próxima quinta-feira (17). A partida é diante do Botafogo-SP, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). Sem Jorginho e Mike, suspensos, a bola rola para o Atlético às 19h15.

Ouça a apresentação completa

Comentários

comentários

PUBLICIDADE