ABA recebe convite e tenta viabilizar participação na Liga Ouro

Foto: Divulgação/ABA
Anúncios

Na última terça-feira (10), a Associação de Basquete de Anápolis (ABA) foi convidada a participar da Liga Ouro de Basquete da próxima temporada. Contudo, para ser confirmada no torneio, a equipe precisa apresentar garantias financeiras.

O presidente e treinador da agremiação, Moisés da Silva, afirma que nesta semana começará a buscar apoio. De acordo com ele, a ABA precisaria de R$600 mil para bancar os seis meses de disputa. Além de procurar apoiadores do setor privado, Moisés também deve se reunir com o prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PTB) e o secretário de esportes do município, Gerson Fallacci, além de Raquel Teixeira, titular da Secretaria Estadual de Esportes, Cultura e Lazer (Seduce).

– Precisamos do dinheiro para custear arbitragem, transporte aéreo e terrestre e também para pagar a franquia da Liga. (Se for jogar) Precisaremos de quatro atletas para compor o grupo. Então o dinheiro serviria também para pagar moradia para alguns jogadores – afirmou Moisés ao Esporte Goiano.

Mais do basquete goiano
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o presidente da ABA, o prazo inicial para aceitar ou recusar o convite vai até o fim de novembro. Todavia, a organização da Liga Ouro já sinalizou com a possibilidade de estendê-lo até 15 de dezembro.

A agremiação anapolina foi convidada no início deste ano a participar da temporada 2017 da Liga. Contudo, embora tenha recebido apoio do empresários, a equipe não conseguiu aporte do poder público e se viu obrigada a recusar o convite. A Liga Ouro funciona como a segunda divisão do basquete nacional. A competição dá vaga no Novo Basquete Brasil (NBB).

Comentários

comentários

PUBLICIDADE