5.6 C
New York
sábado, julho 13, 2024
InícioFutebolFutebol GoianoCom orçamento apertado, Iporá quer assertividade no mercado para montar elenco forte

Com orçamento apertado, Iporá quer assertividade no mercado para montar elenco forte

O Iporá disputará, em 2024, o Goianão pelo oitavo ano seguido. Desde que chegou a elite, o Lobo Guará, ano a ano, foi apontado como candidato ao descenso, mas sempre fez boas campanhas na primeira divisão, mesmo com orçamento enxuto.


Para a próxima temporada, o cenário é semelhante. Há pouco dinheiro, mas o clube aposta na expertise de quem já montou bons planteis com poucos recursos durante quase uma década.

Mais do futebol goiano
Morrinhos mira estadual com menos sufoco

- Anúncio -

O presidente Guilherme Gomes, que também já foi diretor de futebol, é o responsável pelas contratações. Ele alerta para o nível alto de investimento que devem ter outros clubes do interior e prega uma avaliação minuciosa para não errar no mercado.

“Temos uma dificuldade no mercado por conta de valores, que subiram um pouco mais. Seremos um pouco cautelosos, minuciosos. É preciso minimizar o erro e ser bem assertivo. Eu brinco que este precisa ser o melhor ano da minha passagem no Iporá. É aproveitar o pouco que a gente tem, montar um elenco reduzido, mas de bastante qualidade para buscar por coisas grandes”, disse ao EG.

Do elenco de 2023, adianta o dirigente, ninguém ficará. Até aqui, o Lobo Guará ainda não tem nomes fechados para a temporada. Em 2024, além do Goianão, os auriazuis disputarão novamente a Série D do Brasileiro, agora pela quinta vez.

“Sabemos das dificuldades em todos os aspectos. Temos um nível técnico forte no Goiano e, na Série D, tem equipes com gastos elevados. Esperamos fazer um bom trabalho. A gente sabe que todo mundo está investindo bastante. Iporá não pode ficar muito atrás. Precisamos buscar meios para investir também e aproximar dos outros clubes e, quem sabe, ter até uma campanha melhor do que foi este ano. Esperamos que nossa campanha seja superior a 2023”, disse.

Gomes ressaltou o orçamento enxuto do Iporá, mas lembrou que, apesar de chegar com menos recursos, o clube sempre desempenhou bem.

“Não é segredo para ninguém que o Iporá tem um dos menores orçamentos do Goiano, e é da mesma forma na Série D. Fizemos excelentes torneios em 2018 e 2019, mas com formato diferente, numa disputa mais curta. Estamos trabalhando, buscando ajuda no poder público, para entrarmos fortes não somente no Goiano, mas na D também. Pensamos sim em encorpar o elenco e buscar um algo a mais”, frisou.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Rafael Tomazeti
Jornalista formado pela Universidade Federal de Goiás. Fã de esportes e apaixonado pelo estado de Goiás. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Jornal Diário do Estado, Diário de Goiás e Rádio BandNews.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P