5.6 C
New York
domingo, abril 21, 2024
InícioBlogsNa memóriaNa memória: Em tarde de Viola, Anapolina fez 3 a 0 no...

Na memória: Em tarde de Viola, Anapolina fez 3 a 0 no Anápolis

Neste domingo (28), Anapolina e Anápolis se enfrentarão mais uma vez no Jonas Duarte. Será o clássico de número 105 entre as equipes. A Rubra leva a vantagem no retrospecto, com 40 vitórias diante de 37 do rival. Um destes triunfos teve atuação decisiva de Viola.

Vilson Tadei aguarda Oldoni para enfrentar Anápolis!

Na história recente do confronto, o torcedor da Xata não consegue esquecer a partida válida pelo Goianão 2014 entre as equipes. Pela 3ª rodada da competição, a Anapolina não tomou conhecimento do Galo da Comarca e venceu por 3 a 0. Naquele momento do campeonato, a Rubra vinha de vitória contra o Crac por 3 a 1, enquanto o Anápolis havia empatado diante da Aparecidense em 0 a 0.

- Anúncio -

Aquele foi o primeiro clássico da Manchester do ano, portanto, era o momento dos dois times mostrarem suas forças. O Tricolor da Boavista tinha em Moisés sua principal esperança de boas jogadas. Já a equipe da Anapolina confiava em seu camisa 9: Viola, que vinha de 13 gols na Divisão de Acesso em 2013.

O confronto

Com o início da partida, não demorou muito para que Viola mostrasse seu cartão de visitas. Aos 7, Danilo recebeu na grande área e apenas escorou de lado para a chegada do centroavante. O camisa 9 bateu firme, no canto do goleiro Jair, para abrir o marcador e fazer o delírio da torcida da Xata na arquibancada.

(Foto: Comunicação/Anapolina)
Viola bate firme para abrir o placar

O decorrer dos 45 minutos foram de um jogo disputado, o qual os atletas do Anápolis começaram a sentir o calor do clássico e passaram a disputar a bola com mais rispidez. O resultado disso foram 2 cartões amarelos distribuídos já na reta final do primeiro tempo.

A segunda etapa começou com um roteiro parecido com o dos 45 minutos anteriores, com a Rubra a todo vapor. Em contra-ataque fulminante aos 5, Viola tocou adiantado e rasteiro para deixar Danilo na cara do gol. O camisa 11 ainda teve o capricho de driblar o goleiro antes de colocar para o fundo das redes e fazer 2 a 0.

Colombini mantém dúvida no ataque do Galo para o clássico!

Com o resultado confortável, a Xata passou a atuar mais em seu campo de defesa. Nervoso, o time do Anápolis não conseguia criar muitas chances. O golpe final veio nos acréscimos, aos 46, em mais um contra-ataque. Dessa vez, lançamento para Viola, que entrou na área e foi derrubado pelo defensor. Pênalti para a Rubra. O próprio artilheiro foi para a cobrança e deu números finais ao confronto: 3 a 0 para a Anapolina.

A vitória foi importante para a construção da boa campanha da Xata no estadual de 2014. A equipe de Alfinete acabou caindo nas semifinais da competição diante do Atlético, perdendo Viola na partida de ida por uma lesão no joelho. Já o Galo da Comarca amargou o rebaixamento naquela edição do Goianão, com apenas 14 pontos ganhos em 42 disputados.

Ficha Técnica
Anápolis 0 x 3 Anapolina
3ª rodada do 1º turno do Campeonato Goiano 2014
Data: 26 de janeiro de 2014 (domingo)
Horário: 17h
Local: Estádio Jonas Duarte; Anápolis, GO
Árbitro: Wilton Sampaio (FIFA)
Assistentes: Gleydson Alves e Edson Antônio
Público: 8.144 pagantes
Renda: R$ 128.212,50
Amarelos: Felipe Blau, Oscar, Cezinha e Moisés (ANA); André (AAA)
Gols: Dinei aos 7′ 1T, 46′ 2T e Danilo aos 5′ 2T (AAA)
Anápolis: Jair; Felipe Blau (Nequinha), Oscar, Silvio e Cezinha; Jackson, Diego (Amendoin [Carlos Alberto]) e Juninho; Moisés, Pantico e Wesley.
Técnico: Felipe Surian
Anapolina: André; Jonhnathan, Cris, Neto Pierin e Rafinha (Serrano); Jacó, Baiano, André (Paulista) e Celinho; Danilo e Viola (Renatinho).
Técnico: Alfinete
Samih Zakzak
Estudante de jornalismo na Universidade Federal de Goiás (UFG). Gosta de esportes pra (censurado).
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P