Anápolis, GEA, Santa Cruz e LAD declaram apoio à reeleição de André Pitta na FGF

626
Anúncio

O presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF), André Luiz Pitta Pires, recebeu formalmente o apoio à reeleição por parte do Anápolis Futebol Clube, Grêmio Esportivo Anápolis, Santa Cruz Esporte Clube e Liga Anapolina de Desportos (LAD). O ato foi realizado no salão de reuniões da Churrascaria Los Pampas, saída sul da cidade.

Leia mais do futebol goiano!

As quatro entidades esportivas detêm seis dos oito votos anapolinos (Anápolis peso 2, Grêmio Anápolis peso 2, Santa Cruz peso 1 e LAD peso 1). A Associação Atlética Anapolina foi a única equipe local ausente à reunião. O Anápolis foi representado por seu presidente executivo, Alberto Henrique de Santana Lima, e o conselheiro e atual secretário municipal de Esportes e Lazer, Karin Abrão.

Foto: Orisvaldo Pires – Geração do Esporte

O Grêmio Anápolis pelo diretor administrativo, Raimundo Silva, e o ex-gerente Warditon Dutra; o Santa Cruz por seu presidente, Divino Antônio da Silva; e o presidente da LAD, Roger Fernaz. Além de André Pitta, representaram a FGF na reunião o vice-presidente, Ronei Ferreira de Freitas; e o diretor geral, Leonídio José dos Anjos. Os dirigentes dos clubes assinaram carta de apoio à candidatura de André Pitta à reeleição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Raimundo Silva, do GEA, elogiou a gestão de Pitta à frente da federação e ao mesmo tempo pediu que seja melhorada a participação dos clubes anapolinos na cota relativa às transmissões da televisão. Alberto Henrique, do Galo, revelou que a atual diretoria tem feito bom trabalho na FGF e que declara apoio após conversar com os principais gestores do clube. Divino Antônio, do Santa Cruz, também avaliou de forma positiva o trabalho realizado na federação nos últimos anos e cobrou mais apoio às equipes amadoras.

Roger Fernaz, da LAD, ressaltou que todas as gestões da entidade junto à FGF foram atendidas e solicitou mais respaldo às competições amadoras. Para Ronei Freitas o mais importante é que a manifestação dos clubes presentes ao ato de apoio à candidatura de André Pitta foi espontânea. Em seu discurso disse que os clubes de Anápolis largam à frente.

Segundo ele, outras entidades também informaram o desejo de realizarem evento semelhante. Disse que ficou surpreso com a posição da Anapolina em apoiar outro projeto, “pena que nos esteja aqui, fez outra opção, entendo que cospe no prato que comeu, fizemos muito para ajudar, é uma surpresa”. Leonídio dos Anjos destacou que a FGF mudou “da água para o vinho” na atual administração. “Buscou sempre a transparência. Hoje tudo é aberto, às claras”, disse.

Karin Abrão lembrou que nos últimos anos a FGF evoluiu de forma significativa e, por isso, tem seu apoio e dos clubes que se manifestaram em Anápolis. “Temos que nos engajar. Este é o nosso lado. Estamos sempre à disposição”, ressaltou o atual secretário de Esportes de Anápolis.

Quanto a postura da Anapolina em relação à sua candidatura, André Pitta disse ter conhecimento que o presidente executivo do clube, Paulo Sérgio Nelli, apoia o projeto de oposição e inclusive estaria em campanha para a chapa adversária.

— Respeitamos todos os clubes, independente se nos apoiam ou não. Não existe caça às bruxas. Este é um processo democrático, todos têm direito de ter sua posição, e a Anapolina tem a dela. Passado o processo, ganhe quem ganhar, tem que estar unido. Tenho muito respeito pelo Pedro Canedo, sempre atendi e encaminhei pedidos do clube, e acredito que em determinado momento a Anapolina pode rever sua posição e que, no fundo, tem confiança naquilo que estamos fazendo — conclui o presidente da federação.

Colaborou: Orisvaldo Pires (Jornal Estado de Goiás)

anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here