5.6 C
New York
segunda-feira, abril 22, 2024
InícioFutebolFemininoAliança anuncia fim de parceria com Goiás e teme pela participação no...

Aliança anuncia fim de parceria com Goiás e teme pela participação no Brasileiro

O Aliança anunciou na noite desta segunda-feira (19) o fim da parceria com o Goiás no futebol feminino. Os clubes eram parceiros desde 2022, o que rendeu o bicampeonato goiano e participações no Campeonato Brasileiro. Antes, as agremiações também se juntaram no projeto para as mulheres entre 2020 e 2021.


Em nota, a direção aurinegra agradeceu diretores, conselheiros e a torcida esmeraldina e afirmou que, embora os resultados em nacionais não foram “tão brilhantes”, nas estaduais a parceria foi “implacável”, com dois títulos invictos.

Mais do futebol feminino
Brasileiro Feminino A3 começará em março

- Anúncio -

O Aliança também colocou em xeque sua participação no Campeonato Brasileiro Feminino A3. O clube garantiu a continuidade do projeto social, com a base, mas afirmou que “ainda não há posição para a equipe de alto rendimento, pois sem o apoio e patrocínio, não conseguimos levar esse trabalho adiante.”

Ao EG, a gestora do Aliança, Patrícia Menezes, explicou que a parceria com o Goiás garantia a remuneração das atletas e, agora, o clube precisa buscar novos caminhos para não abandonar o Brasileiro A3.

“Sem o apoio financeiro do Goiás, não conseguimos remunerar as atletas, nem contratar e manter a casa das atletas. Não podemos entrar numa competição importante como é o Campeonato Brasileiro A3, com equipe sub-20”, explicou.

Menezes ressaltou que o Aliança já confirmou a participação no torneio nacional, uma vez que houve demora da direção esmeraldina em comunicar o rompimento. A justificativa, de acordo com a presidente do clube aurinegro, é que o Goiás passa por uma reestruturação e todos os recursos serão canalizados na briga pelo acesso à Série A. O Verdão ainda não se pronunciou oficialmente.

A direção do maior campeão goiano feminino já procura novos parceiros para evitar o abandono do calendário nacional. “Vamos ver se conseguimos alguma solução”, frisou a dirigente.

Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Anúncio

Últimas

Anúncio
error: Este conteúdo é protegido por direitos autorais!
P