5.6 C
New York
terça-feira, outubro 26, 2021
Início Futebol Goiás Vila Nova surpreende e vence Goiás no clássico, em plena Serrinha

Vila Nova surpreende e vence Goiás no clássico, em plena Serrinha

No embate entre o Goiás, que briga pelo acesso, e o Vila Nova, que luta pela permanência, o Tigre foi superior e venceu o rival por 2 a 1, em plena Serrinha. O duelo da 26ª rodada da Série B teve apenas torcedores esmeraldinos, em partida que marcou o retorno do público a um clássico (a última vez havia sido em março de 2020).


O resultado deixa os esmeraldinos com 45 pontos, ainda mantendo o segundo lugar. Porém, podem ser ultrapassados por Botafogo e Guarani, além da possibilidade do Guarani, quinto colocado (41), encostar na classificação. O próximo compromisso será segunda-feira (27), às 20h, contra o Vasco, em São Januário.

Já os colorados chegam aos 30 pontos, assumindo, no momento, a 14ª posição. São cinco de vantagem para o Vitória, que abre a faixa de rebaixamento. O Tigre volta a campo na terça-feira (28), a partir das 21h30, diante do Operário/PR, no Onésio Brasileiro Alvarenga.

- Anúncio -

Mais do clássico:
-> Confira como foi a partida
-> Veja como está a classificação atualizada

Como foi o clássico Goiás e Vila Nova?

O Goiás começou o clássico pressionando, apertando a saída rival. Porém, o ímpeto esmeraldino durou menos de cinco minutos. O Vila Nova conseguiu manter a posse, esfriar o adversário e, aos poucos, passou a controlar a partida, além de arriscar finalizações para fora com Kelvin, Dudu e Clayton.

Aos 29 minutos, após Caio Vinicius pisar na bola na intermediária, o Vila aproveitou. Deivid roubou e passou para Alesson chutar forte rasteiro no cantinho direito de Tadeu, abrindo o placar: 1 a 0.

O Tigre seguiu melhor e quase ampliou aos 32, quando Arthur Rezende bateu colocado da entrada da área e Tadeu fez grande defesa, com a ponta dos dedos. Em seguida, Clayton teve duas boas oportunidades, em cabeçada e chute forte da entrada da área, defendido pelo arqueiro esmeraldino. A primeira finalização do Goiás no jogo aconteceu apenas aos 39 minutos, quando Alef Manga arriscou da entrada da área e Georgemy pegou. Nos acréscimos, reclamação de pênalti de Formiga em Apodi, mas após contato com o VAR, nada foi marcado pela arbitragem.

Como foi o segundo tempo do clássico?

Com Wellinton e Dadá Belmonte nas vagas de Caio Vinícius e Alef Manga – que discutiu com Marcelo Cabo durante parada técnica no primeiro tempo -, o Goiás voltou mais agressivo para a etapa final. Teve chance com Elvis, logo no primeiro minuto, mas o chute rasteiro saiu ao lado da trave. Apodi e Diego também tentaram, mas sem precisão.

O Vila Nova seguia buscando rodar a bola e esfriar o adversário. Posicionado para contra-ataques, o Tigre teve grande oportunidade em lance de bola parada, com falta cobrada por Dudu, aos 15. Após uma saída errada de Georgemy em disputa no alto, Reynaldo teve grande chance na área e, com gol aberto, mandou para fora.

Eletrizante

Aos 25 minutos, Dudu acionou Alesson, que fez boa jogada individual pela direita e cruzou rasteiro para Clayton mandar de letra e tirar tinta da trave. Porém, três minutos depois, Dadá Belmonte deu bela enfiada de bola no lado esquerdo da área para Wellinton, que chutou rasteiro e venceu Georgemy: 1 a 1. No lance seguinte, no entanto, o Vila Nova voltou a ficar em vantagem. O estreante Diego Tavares – que entrou bem no jogo – tocou para Formiga, que cruzou e Pedro Júnior antecipou a marcação e cabeceou no cantinho 2 a 1.

Por duas oportunidades, Fellipe Bastos quase empatou, em cobranças de falta, mas Georgemy levou a melhor em ambos os duelos.

Ficha técnica:
Goiás 1 x 2 Vila Nova
26ª rodada da Série B
Data: 24 de setembro de 2021
Horário: 19h
Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia

Público: 1.221 pagantes
Público total: 1.310
Renda: R$ 25.550,00

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ); Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO); VAR: Péricles Bassols (SP)
Cartões amarelos: David Duarte, Wellinton (GOI), Alesson e Georgemy (VIL)
Gols: Alesson (VIL) aos 29′ 1T (0-1), Welliton (GOI) aos 28′ 2T (1-1), Pedro Júnior (VIL) aos 29′ 2T (1-2)
Goiás: Tadeu; Apodi, David Duarte (Matheus Salustiano), Reynaldo e Hugo; Rezende (Fellipe Bastos), Caio Vinícius (Welliton) e Elvis (Albano); Diego, Bruno Mezenga e Alef Manga (Dadá Belmonte).
Técnico: Marcelo Cabo
Vila Nova: Georgemy; Moacir, Renato, Rafael Donato e Willian Formiga; Deivid (Éder), Dudu e Arthur Rezende (Xandão); Alesson (Nico Maná), Clayton (Pedro Júnior) e Kelvin (Diego Tavares).
Técnico: Higo Magalhães
Acompanhe o EG também nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram e Youtube.
Vitor Monteirohttps://esportegoiano.com.br/
Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás). Co-fundador do site Esporte Goiano e colaborador do Projeto Futebol de Goyaz. Trabalhou também na Rádio Universitária 870 AM, TV UFG, Rádio 730/Portal 730, Rádio Sagres, TV Sagres e jornal O Popular.
Anúncio

Últimas

3º Camping de Taekwondo será realizado no final de semana em Aparecida de Goiânia

A Federação Goiana de Taekwondo (FGTDK) realiza no fim de semana (30 e 31) o 3º Camping de Taekwondo. O evento será...

Após terceira derrota, América de Morrinhos demite técnico Dário Lourenço

O América de Morrinhos anunciou a saída do técnico Dário Lourenço na tarde desta terça-feira (26). O experiente treinador deixa o clube...

Ex-Vila Nova e Iporá, Anderson Cavalo vai disputar a Divisão de Acesso

O atacante, Anderson Cavalo, de 35 anos, irá disputar a divisão de acesso pelo Morrinhos. A equipe acertou a contratação do atleta...

Goiânia Rednecks anuncia Isaiah Piérre como reforço para 2021

O Goiânia Rednecks anunciou nos últimos dias a contratação de mais um estrangeiro. Trata-se de Isaiah Piérre, que jogou pelo Mustangs, San...

Vilson Taddei evita euforia na Anapolina, mas destaca aumento de confiança no elenco

O técnico da Anapolina, Vilson Taddei, em entrevista concedida à FGF TV, afirmou que não é hora de ter clima de euforia,...
Anúncio