5.6 C
New York
terça-feira, janeiro 18, 2022
Início Futebol Goiás Só 10%: presidente do Goiás afirma que não irá dividir estádio com...

Só 10%: presidente do Goiás afirma que não irá dividir estádio com times do eixo na Série A

O presidente do Goiás, Paulo Rogério Pinheiro, afirmou em entrevista à Rádio Bandeirantes de Goiânia, que não irá dividir o estádio em 50% com os times do eixo Rio-São Paulo na Série A, em 2022. Segundo o dirigente a intenção é mandar todos os jogos na Serrinha e dar apenas os 10% previsto em lei, para o time visitante. 

 

Paulo Rogério foi bastante enfático ao falar que não irá mandar os jogos da equipe no Serra Dourada, pois segundo o mesmo, a atual situação do maior estádio de Goiás é deplorável e iria gerar prejuízo financeiro para o clube. O presidente ainda tem a intenção de construir mais um tobogã, no lado dos vestiários, para aumentar a capacidade máxima da Serrinha para 18 mil lugares. 

- Anúncio -

Mais do Verdão:
Promessa da base, atacante renova até 2022
Time contrata meia destaque da Anapolina 
Time irá emprestar atacante para a Ferroviária 
Veja quem sai e quem permanece para 2022
Artilheiro do time não irá renovar 

– A minha ideia é não sair nenhum jogo para o Serra Dourada, prefiro subir o preço do ingresso. Lá eu tenho que dividir estádio meio a meio com Corinthians e Flamengo, e na Serrinha eles estarão no cantinho esquerdo com 1.200 pessoas, e eu vou engolir eles, pois aqui na Serrinha irá virar um caldeirão. Não posso sair do estádio que os bares não são meus, as catracas não são nossas e nem tem reconhecimento facial e tenho que pagar 7% da renda para eles. Não posso aceitar jogar no gramado, que não posso cortar a altura da grama que eu quero, a gente sempre é sacaneado. Não posso aceitar que os vestiários não estejam reformados, os banheiros naquele estado, tenho que pagar seguranças, então para que eu vou para o Serra Dourada? Não vou sair da Serrinha, mas eu sou uma voz só, tem que escutar os demais da diretoria. Se eu fizer o tobogã nos vestiários, serão 18 mil torcedores gritando aqui dentro, segura o Goiás, vai ser um caldeirão. Então a ideia é que continue aqui. 

Atual capacidade da Serrinha é de 10.600 lugares, dentro do limite permitido pelas autoridades de segurança. Com isso, os visitantes teriam apenas 1.060 lugares, atualmente. 

O estádio deverá passar por mais reformas futuras e ter a sua capacidade ampliada. A expectativa é que até em meados de fevereiro o clube consiga uma aprovação de crédito junto a um banco nacional, para iniciar a construção do tobogã na área onde se localiza os vestiários. 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.
Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Atualmente é Repórter do site Esporte Goiano.
Anúncio

Últimas

Atlético-GO tem interesse em retorno de atacante, mas negociação é complicada

O Atlético Goianiense tem interesse na contratação do atacante Everaldo Stum, de 30 anos, que atualmente estaca no Kashima Antlers, do Japão....

Goiás demonstra interesse em atacante do Kashiwa Reysol, ex-Atlético-GO

O Goiás tem interesse na contratação do atacante Pedro Raúl, de 25 anos, que está atualmente no Kashiwa Reysol, do Japão, e...

Morrinhos aplica goleada no Goiatuba em jogo-treino

O Morrinhos goleou o Goiatuba pelo placar de 5 a 1 em jogo-treino na noite desta segunda-feira (17). A partida foi realizada...

Levantador cobra reação rápida do Goiás Vôlei após nova derrota

A derrota para a Apan Blumenau encerrou a sequência de duas vitórias do Goiás na Superliga. O bom momento, no entanto, não...

Da terra dos dinossauros, adversário do Goiás nunca venceu na Copa do Brasil

O Sousa Esporte Clube tem um dos escudos mais icônicos do futebol brasileiro. O, ao que parece, sorridente dinossauro verde é o...
Anúncio