MonteCristo bate Upis-DF e decidirá em casa nas quartas

Foto: Rafael Tomazeti/Esporte Goiano
Anúncios

O MonteCristo cumpriu o objetivo da primeira fase da Superliga B. O time goiano derrotou a Upis-DF por 3 sets a 1 (24/26, 25/20, 28/26, 25/18) na noite deste sábado (10), na Arena MonteCristo, em Goiânia, e garantiu um lugar no top 4.

Com 13 pontos, o Lobo-Guará terminou a etapa classificatória na quarta colocação e terá a vantagem de decidir o duelo das quartas de final em casa. A adversária dos playoffs será a Apan/Blumenau. O primeiro confronto será em Santa Catarina, com o segundo e o terceiro (se necessário), na capital goiana.

Mais do vôlei goiano

Início ruim
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo não foi fácil para o Moc. No primeiro set, a Upis começou se impondo, principalmente no saque. Enoch-Eli era um gigante na execução do serviço e também no bloqueio. Embora a rede goiana também efetuasse muitos bloqueios, o ataque brasiliense estava mais inspirado, tanto nas bolas de meio quanto pelas pontas.

A Upis abriu boa vantagem durante o set inicial, chegando a ficar até a cinco pontos de vantagem dos donos da casa. Depois, contudo, o Lobo-Guará reagiu, virou o placar e teve um set point. Mas aí o combo saque e bloqueio dos visitantes voltou a brilhar e a equipe do Distrito Federal fechou o primeiro set em 26/24.

Recuperação goiana

Os primeiros pontos do segundo set preocuparam a torcida que lotou a Arena MonteCristo. O time da casa não conseguiu acertar a mão nos ataques, enquanto a Upis seguia no embalo do triunfo na primeira parcial e abriu quatro pontos de vantagem logo de cara.

Depois do pedido de tempo técnico de Jonas Fonseca, a partida mudou totalmente de figura. Rodrigo Pernambuco começou a soltar o braço no saque e anotou três aces em uma sequência de cinco pontos do MonteCristo. Ao longo de todo o segundo set, o Moc seguiu servindo muito bem, quebrando o passe da Upis e facilitando a vida da defesa. Tranquilo, o Lobo-Guará venceu a parcial por 25/20.

Foto: Rafael Tomazeti/Esporte Goiano
Virada na raça

Empolgado pela vitória no set anterior, o MonteCristo seguia quente na quadra. Os goianos dominaram o terceiro set até a metade. Rodrigo Pernambuco e Matheus Silva davam muito trabalho no saque e nos ataques pela ponta.

O Moc chegou a ter seis pontos de frente, mas bobeou e deu chance à reação da Upis. Os brasilienses defenderam muito e abusaram do bloqueio e das bombas de Enoch-Eli no serviço para virar o placar e chegar ao set point. Lucão teve a bola na mão para fechar mais uma parcial a favor dos visitantes, mas atacou na antena. Quando a bola voltou para o Lobo-Guará, o time da casa não desperdiçou e virou o jogo com um 28/26.

Levandoski brilha

O quarto set foi de Levandoski. O central teve um aproveitamento monumental nas bolas de meio. A mão calibrada de Edgar deixou o jogador em ótimas condições contra os bloqueadores.

Se não bastasse estar atacando bem, Levandoski também foi fundamental no paredão armado pelo MonteCristo. A atuação formidável dos goianos no set desanimou e Upis e o Lobo venceu o duelo com a parcial de 25/18.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE