Marcelo Rangel brilha, estreantes decidem e Goiás bate Aparecidense

(Reprodução/TV Anhanguera)
Anúncios

No duelo mais esperado da primeira rodada do Goianão 2018, Aparecidense e Goiás fizeram um bom jogo. Em partida que os goleiros fizeram a diferença (com Marcelo Rangel brilhando e Busatto falhando em dois lances), o time esmeraldino saiu vitorioso do Aníbal Toledo: 2 x 1. Os estreantes Lucão e Maranhão marcaram os gols da equipe da capital, enquanto o veterano Nonato, de pênalti, descontou.

Confira como foi o tempo real!

Os clubes voltam a campo às 17h de domingo. O Camaleão visita o Rio Verde, no Mozart Veloso do Carmo. Já o Goiás disputará o clássico contra o Vila Nova, no Olímpico, com torcida única (e esmeraldina).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O confronto

A primeira etapa foi equilibrada, com a Aparecidense rodando bem a bola nos minutos iniciais. Com avanços de Rafael Cruz e movimentação de Uederson, o time teve bons momentos, mas foi o Goiás que saiu na frente. Aos 20, Giovanni cobrou falta para a área, Lucão antecipou Busatto e cabeceou para o gol vazio: 1 x 0.

Pouco depois, aos 23, o árbitro enxergou toque no braço de David Duarte, que tentou afastar, de cabeça, cobrança de falta. Na cobrança, Uederson bateu forte no lado direito e Marcelo Rangel conseguiu espalmar. Os dois voltaram a protagonizar lances no restante do primeiro tempo, mas o goleiro alviverde seguiu levando a melhor.

(Reprodução/TV Anhanguera)

Do banco para as redes

O Camaleão contou com Nonato na vaga do apagado Gustavinho no retorno para a etapa final. A partida seguiu aberta e, após um leve domínio esmeraldino, Kaio e Aleílson perderam chances de igualar o placar. Carlos Eduardo, em contragolpe, desperdiçou oportunidade de ampliar.

Aos 26, Rafinha tentou dominar no peito na área, mas usou o braço para ajeitar. A arbitragem assinalou nova penalidade para a Aparecidense e, na cobrança, o veterano Nonato esbanjou categoria e deslocou o camisa 1 adversário: 1 x 1. Após o empate, Maranhão entrou no lugar de Carlos Eduardo. E na sua primeira participação, o estreante contou com a sorte para decidir o duelo. Aos 34, Rafinha chutou da entrada da área, Busatto falhou novamente e soltou a bola na pequena área, para Maranhão balançar as redes: 2 x 1.

Nos minutos finais, a Aparecidense pressionou e só não chegou ao empate graças a, mais uma, participação decisiva de Marcelo. Aos 47, Nonato ganhou disputa no alto e, de cabeça, escorou para Gilvan entrar livre na área. Na saída do goleiro, bateu no lado direito e Rangel esticou a mão esquerda para fazer uma defesa espetacular e garantir os três pontos para o Goiás, que mira o tetracampeonato estadual.

Ficha técnica:
Aparecidense 1 x 2 Goiás
Data: 17/01/2018
Horário: 21h45
Local: Estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida
Arbitragem: Eduardo Tomaz; Cristhian Passos e Tiago Gomes
Cartões amarelos: Kaio Wilker e Klécio (APA); David Duarte e João Afonso (GEC)
Gols: Lucão (GEC) aos ‘ 1T (0-1), Nonato (APA) aos 27′ 2T (1-1) e Maranhão (GEC) aos 34’ 2T (1-2).
APARECIDENSE: Busatto; Rafael Cruz; Wagner, Mirita e Helder; Klécio, Kaio Wilker (Cristian) e Washington; Uederson (Gilvan), Aleilson e Gustavinho (Nonato).
Treinador: Márcio Azevedo
GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches e David Duarte e Jefferson; João Afonso, Léo Sena, Rafinha e Giovanni (Rezende); Carlos Eduardo (Maranhão) e Lucão (Júnior Viçosa).
Treinador: Hélio dos Anjos

Comentários

comentários

PUBLICIDADE