Goiás acorda no 2º tempo, derrota Aparecidense e fica perto da semifinal

Foto: Nathália Freitas
Anúncios

Em um jogo com quatro gols no segundo tempo, o Goiás abriu boa vantagem contra a Aparecidense. Neste domingo (24), o Verdão derrotou o Camaleão por 3 a 1 no Aníbal Batista de Toledo e saiu na frente na luta por uma vaga nas semifinais.

A partida de volta está marcada para quarta-feira (27), às 21h30, na Serrinha. O Azulão precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Se vencer por três ou mais gols, a Aparecidense avança. Qualquer outro resultado favorece o Esmeraldino.

Veja como foi o confronto lance a lance

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gramado e lentidão atrapalham

O primeiro tempo no Aníbal Toledo foi de pouquíssima inspiração. Além da falta de criatividade dos ataques, o gramado do estádio de Aparecida de Goiânia atrapalhou muito os ataques, principalmente do Goiás, que tentou chegar mais.

O Alviverde foi para cima em especial nos 15 primeiros minutos. Quando chegou próximo à área, no entanto, as finalizações de Geovane e Michael foram prejudicadas pelo gramado. Os melhores chutes foram de Renatinho e Rafael Vaz, em cobrança de falta. Ambos tiraram tinta das traves de Wallace.

Com pouca inspiração ofensiva, os times praticavam muitos lançamentos longos e facilitavam o trabalho da defesa adversária. O centroavante Brenner, por exemplo, ficou isolado e pouco fez na primeira metade da partida.

Chuva de gols

A movimentação no segundo tempo foi muito mais intensa. Se faltaram chances na etapa inicial, nos últimos 45 minutos saíram quatro gols. Logo no primeiro minuto, o Goiás deu o recado à Aparecidense. Michael invadiu a área, deu um chapéu em Robson e foi tocado. O árbitro marcou pênalti. Renatinho foi para a cobrança e contou com a sorte. A bola tocou na trave, nas costas de Wallace e entrou.

Três minutos mais tarde, Michael apareceu mais uma vez. O camisa 11 recebeu na entrada da área, deixou Robson para trás na velocidade, driblou o goleiro Wallace e tocou para o gol vazio, dobrando a vantagem esmeraldina em Aparecida de Goiânia.

Depois da avalanche alviverde, o Camaleão não teve outra saída a não ser buscar o jogo. E deu trabalho à defesa do Goiás. Em cruzamento de Washington, Uederson só não marcou porque chegou atrasado. Mas a melhor chance foi aos 16 minutos, quando Alex Henrique deixou Moisés na cara do gol. O Profeta, no entanto, bateu por cima e desperdiçou a chance.

Aos 25 minutos, Gilberto Jr. saiu jogando errado, perdeu para Alex Henrique, que tocou com Albano. O jovem revelado pelo Vila Nova serviu Moisés, que, desta vez, não bobeou. O Profeta fuzilou no canto esquerdo de Sidão, dando esperanças ao Camaleão no jogo.

Depois do susto, o Goiás se acalmou e chegou ao terceiro gol. O estreante Giovanni Augusto recebeu lançamento, dominou e tocou para Brenner. Aos 33 minutos, o centroavante ajeitou o corpo com calma e bateu de direita para anotar mais um para o Verdão e dar números finais ao jogo.

Ficha Técnica
Aparecidense 1 x 3 Goiás – jogo de ida das quartas de final do Goianão
Data: 24 de março de 2019
Horário: 16h
Local: Estádio Aníbal Toledo; Aparecida de Goiânia, GO

Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Paulo César Almeida e Alexandre Amaral

Público pagante: 1.450
Público total: 2.083
Renda: R$ 30.000,00

Amarelos: Rafael Vaz, David Duarte (GOI); Alex Henrique, Rafael Cruz (APA)
Gols: Renatinho, aos 3’2T, Michael, aos 6’2T, Brenner, aos 33’2T (GOI); Moisés, aos 25’2T (APA)

Aparecidense: Wallace; Rafael Cruz, Robson, Ricardo Lima e Mário Sérgio; Tiago Ulisses, Wagner e Washington (Albano); Moisés (Jarlan), Uederson (Negueba) e Alex Henrique.
Técnico: Edson Júnior.

Goiás: Sidão; Kevin, David Duarte, Rafael Vaz e Marcelo Hermes; Geovane, Gilberto Jr. (João Afonso), Léo Sena (Giovanni Augusto) e Renatinho; Michael e Brenner (Jr. Brandão).
Técnico: Maurício Barbieri.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE