Em jogo emocionante, MonteCristo vence o Jaó e conquista o título goiano

Time comandado por Paulo Martins venceu por 3 sets a 2 e conquistou o título estadual pela 10ª vez na história.

MonteCristo conquistou o estadual pela 10ª vez. (Foto: Vitor Monteiro)
Anúncios

A noite de segunda-feira reservou fortes emoções para quem compareceu ao Clube Jaó. No local, foi disputada a segunda partida da decisão do Campeonato Goiano de Vôlei. E quem levou a melhor, em um confronto eletrizante, foi o Alfa/MonteCristo/Teuto, que ganhou por 3 sets a 2, parciais de 25-20, 19-25, 22-25, 25-21 e 15-11.

O triunfo garantiu também o título do torneio estadual ao MonteCristo, que havia ganhado o primeiro jogo (3 sets a 1). Foi o 10º título goiano do time, que é comandado pelo treinador Paulo Martins.

A partir de agora, as duas equipes mudam o foco e passam a se preocupar com a Superliga B. Alfa/MonteCristo/Teuto e Clube Jaó/Universo serão os representantes goianos no torneio nacional, que terá início no dia 7 de janeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogo

As equipes mostraram muito nervosismo no set inicial e os erros, principalmente nos saques, se tornaram recorrentes. Quem errou menos e acabou levando a melhor foi o MonteCristo, que fez 25 x 20.

Clube Jaó/Universo levou a melhor no segundo set. (Foto: Vitor Monteiro)
Clube Jaó/Universo levou a melhor no segundo set. (Foto: Vitor Monteiro)

O time do Clube Jaó/Universo, treinado por Hítalo Machado, voltou com tudo e dominou o segundo set, fechando em 25 x 19. A parcial seguinte foi bastante equilibrada, mas o levantador Fabiano e Daniel fizeram a diferença e os mandantes garantiram o 25 x 22.

O MonteCristo conseguiu se impor e abriu vantagem a partir da metade do quarto set. Leonardo e Tarik foram os destaques do time, que ganhou a parcial por 25 x 21.

O último set não poderia ser mais emocionante. Com os nervos a flor da pele, os atletas reclamaram bastante da arbitragem. Porém, não ficaram só na conversa e garantiram rallys fantásticos, que levantaram o público. Na reta final, o MonteCristo contou com Hudson inspirado para abrir vantagem e trocar pontos até fechar o set (e o torneio) em 15 x 11.

As equipes fizeram uma partida digna de final. (Foto: Vitor Monteiro)
As equipes fizeram uma partida digna de final. (Foto: Vitor Monteiro)

Danilo, capitão da equipe, comemorou bastante a conquista, em entrevista exclusiva ao Esporte Goiano. “Foi uma linda partida. O time do Jaó também está de parabéns. Entramos determinados, mostramos raça e conseguimos virar um jogo que estava complicado”.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE