Daniel Guedes é apresentado no Goiás: “Terei mais oportunidades”

(Foto: Comunicação/GEC)
Anúncios

O Goiás apresentou um de seus reforços já visando a Série A do Brasileirão: o lateral direito Daniel Guedes. Encostado no Santos após chegada de Sampaoli, o defensor chega por empréstimo até o final do ano ao clube goiano e comentou sobre sua chegada ao novo time. Pelo time paulista, o jogador atuou em 28 oportunidades na última temporada.

Além do lateral, Goiás também acertou com meia Giovanni Augusto!

“Eu saí do Santos depois de oito anos, desde a base até o profissional. Claro, que tive momentos em que joguei mais, outros em que fiquei mais no banco. Venho para o Goiás pois terei chance de jogar, claro, mostrando no dia a dia. Ciente que tenho dois companheiros na posição, brigando por espaço também. Mas aqui terei mais oportunidades de jogar e foi um desejo meu estar aqui”, avaliou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogador revelou que a estrutura do time esmeraldino ajudou em sua escolha. Em 2017, Daniel veio junto com o Santos até Goiânia, para enfrentar o Atlético, e treinou na Serrinha, que encantou o atleta. O lateral ainda citou grandes nomes da história recente do Goiás, como Fernandão e Rafael Tolói, para comentar sobre a tradição do time esmeraldino.

Sem atuar desde novembro do último ano, em partida diante da Chapecoense, Daniel confirmou estar pronto para atuar. Mesmo tendo treinado separado no Santos neste início de temporada, o atleta realizou a pré-temporada e espera realizar sua estreia pelo Goiás o mais rápido possível, respeitando a concorrência de Kevin e Caíque Sá pela posição.

Treinadores

Perguntado sobre seu último treinador, o argentino Jorge Sampaoli, o lateral de 24 anos preferiu exaltar seu novo comandante: Maurício Barbieri. Os dois técnicos tem se destacado neste início de ano no país, com o estrangeiro implementando um futebol ofensivo na equipe paulista e o ex-Flamengo ainda estando invicto na temporada.

“O Sampaoli é um treinador europeu. Veio com um estilo de futebol diferente, mas estamos no início da temporada ainda e tem muito para acontecer. O Barbieri é um treinador novo, fez um grande trabalho no Flamengo e está aqui para nos ensinar grandes coisas. O Sampaoli é um treinador muito bom, mas fica para trás e prossigo para o professor Barbieri, que tem muito para passar e iremos conquistar muito juntos”, destacou.

Comentários

comentários

PUBLICIDADE