5.6 C
New York
quarta-feira, janeiro 27, 2021
Início Futebol Vila Nova O conceito e os números por trás da solidez defensiva do Vila...

O conceito e os números por trás da solidez defensiva do Vila Nova

Nas últimas quatro coletivas pós-jogo do Vila Nova, o técnico Bolívar exaltou a “solidez defensiva” de sua equipe. O desempenho realmente chama atenção e coloca a retaguarda colorada com números inferiores apenas aos de Santa Cruz e Jacuipense entre as equipes do grupo A.


Por esse motivo, o Esporte Goiano resolveu explicar e apresentar os dados do desempenho defensivo do Tigrão.

Mais do Tigrão:
-> Bolívar elogia postura do Vila na goleada contra o lanterna: “fizemos o dever de casa”
-> Vila Nova goleia Imperatriz/MA, segue 100% no OBA e assume vice-liderança

Ao resumirmos o estilo de jogo adotado pelo treinador colorado, podemos dizer que ele preza que sua equipe na fase ofensiva (ou seja quando está com a posse de bola): conserve a bola, construa ações ofensivas, progrida pelo campo de jogo adversário, crie situações de finalização e finalize na meta adversária. Já na fase defensiva (ou seja quando está sem a posse de bola) as máximas são: proteja a meta, impeça a progressão do adversário, reduza o espaço de jogo adversário, anule as situações de finalização e recupere a posse da bola.

Então, quando Bolívar afirma “essa solidez ela não é só do sistema defensivo, ela é de um conjunto”, o comandante colorado está dizendo que o trabalho nos treinamentos dos fundamentos da fase defensiva que são: contenção, cobertura defensiva, equilíbrio, concentração e unidade defensiva; tem propiciado a estabilização da organização
do Vila Nova, e propiciado aos jogadores uma intervenção mais correta dentro e fora do centro de jogo (que é o local dentro do campo onde a bola se localiza, em determinado momento da partida).

A defesa colorada em 2020

Bolívar chegou ao Vila Nova, após a saída de Ariel Mamede no tropeço diante do Grêmio Anápolis, jogando no Jonas Duarte. Sob o comando de Fabian Guedes, o Bolívar, o Tigrão já conseguiu ultrapassar por duas vezes a marca de 300 minutos sem sofrer gols.

A primeira sequência de solidez defensiva do Vila Nova teve início no terceiro minuto da etapa inicial da derrota para o Grêmio Anápolis e só foi encerrada no minuto 26 da segunda etapa na derrota para o Jaraguá. Nesse período foram 358 minutos sem levar gols.

A segunda sequência que demonstra a força do sistema defensivo colorado está em curso. A última vez que o Vila Nova sofreu um gol, foi no minuto 46 da etapa final da goleada sofrida para o Ferroviário/CE e desde então já se passaram 385 minutos. Nesse período, o técnico Bolívar pôde repetir a formação inicial colorada por quatro vezes.

É importante destacar que a atual marca, que vem sendo construída, de solidez defensiva colorada não é a melhor marca das últimas temporadas. Em 2019, o Vila Nova chegou a ficar 415 minutos sem sofrer gols (entre a derrota para o Vitória/BA na segunda rodada da Série B e o empate com o CRB pela quinta rodada da competição). Já em 2018, a defesa colorada ficou 398 minutos sem ser vazada (entre os empate com o Guarani pela 10ª rodada da Série B, e Londrina pela 14ª rodada da competição nacional).

Assista os jogos do Vila Nova na Série C. Clique aqui e ganhe um mês de DAZN!

O próximo desafio colorado será dentro de casa. No sábado (26), às 19h, encara o Treze/PB, no Onésio Brasileiro Alvarenga (OBA).

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

Ildeu Iussef
Jornalista em formação (UFG). Repórter e Narrador Esportivo na Rádio Universitária UFG 870 AM. Amante do Esporte!
Anúncio

Últimas

Visando assegurar a classificação, CRAC enfrenta o Atlético na Serrinha

CRAC e Atlético Goianiense duelam nesta quinta-feira (28), às 15h30, no estádio da Serrinha, em partida válida pela última rodada da primeira...

Aparecidense busca classificação para as quartas contra já garantido Jaraguá

Aparecidense e Jaraguá se enfrentam nesta quinta-feira (28), às 15h30, no Antônio Accioly, com cobranças opostas. O Camaleão precisa do triunfo se...

Iporá e Anápolis travam batalha por vaga no G-8

Iporá e Anápolis decidem nesta quinta-feira (28) um dos últimos classificados para a fase de quartas de final do Campeonato Goiano de...

Para evitar a queda, Grêmio Anápolis encara a rebaixada Anapolina no Jonas Duarte

Com interesses distintos na competição, Anapolina e Grêmio Anápolis entram em campo nesta quinta-feira (28), pela décima segunda rodada do Campeonato Goiano....

Atlético-GO tem sete desfalques para encarar o Crac

O técnico Marcelo Cabo terá sete desfalques no Dragão para o último jogo da fase de classificação do Goianão 2020. Seis atletas...
Anúncio