Com polêmica e pênalti perdido por Nonato, Aparecidense é derrotada e eliminada

Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano
Anúncios

A Aparecidense está fora da Série D 2018. Mesmo jogando em casa, no Aníbal Batista de Toledo, o clube goiano foi eliminado na noite deste domingo, ao perder para o Novo/MS por 3 x 2. Alex Henrique fez os gols do Camaleão, em jogo marcado por polêmica, com árbitro voltando atrás após marcar pênalti e com Nonato desperdiçando outra penalidade.

Confira como foi o confronto!

Com a derrota, os goianos terminaram o grupo A-11 com 8 pontos, em terceiro lugar. Os classificados foram o Sinop/MT, com 11, e o Novoperário/MS, com 10.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nonato, foi você?

O primeiro tempo teve boas oportunidades dos dois lados. Enquanto os visitantes contavam com avanços do lateral Paulo Henrique e finalizações do meia João Lucas, a Aparecidense tentava em chutes de fora da área de Washington e investidas pelas pontas.

Em um lance pela direita, Aleílson arrancou até a área e acabou empurrado. Na cobrança do pênalti, aos 29, Nonato, com paradinha, chutou no canto direito e carimbou a trave. O artilheiro teve uma chance ainda mais clara aos 44, mas o desfecho foi ainda mais inacreditável. Alex Henrique invadiu a área pela direita, tocou por cima na saída do goleiro achando Nonato, livre na risca da pequena área, e o atacante finalizou sobre o travessão.

Gols e polêmica

O segundo tempo seguiu o panorama do primeiro, com os dois mostrando velocidade, atacando pelas pontas. O lance mais polêmico do duelo aconteceu aos 8 minutos, quando Rafael Cruz levantou bola da direita e Nonato, na área, cabeceou, acertando o braço do zagueiro Jefferson e Edmar Campos indicou o pênalti. Após muitas reclamações da equipe alviverde e quase 5 minutos de paralisação, o quarto árbitro Roberto Giovanny, que é goiano, chamou o juiz e disse que houve empurrão do atacante no defensor, antes da penalidade. O árbitro amazonense voltou atrás e cancelou a penalidade.

O Camaleão sentiu muito no aspecto psicológico e acabou vendo o Novo abrir dois gols de vantagem pouco depois, em dois passes rápidos para a área. Aos 17, o volante Luizinho bateu por cima de Pedro Henrique e aos 21 foi a vez de Emerson, que escapou do goleiro goiano e chutou rasteiro.

O meia Alex Henrique, aos 25, fez belo gol de falta, mandando no ângulo: 2 x 1. No entanto, cinco minuto mais tarde, o atacante Naldinho, que acabara de entrar, arrancou pela direita e chutou forte, cruzado, ampliando: 3 x 1.

No desespero, a Aparecidense se lançou toda ao ataque. Até diminuiu aos 44, após Gilvan cruzar da esquerda e Alex Henrique cabecear para o fundo das redes: 3 x 2. O time goiano lutou muito em busca da igualdade, que garantiria a classificação, já que, naquela altura, o Sinop tinha conseguido virar sobre o Ceilândia. Aos 51, no entanto, foi confirmado o revés e o adeus do Camaleão.

Foto: Vitor Monteiro/Esporte Goiano
Ficha técnica:
Aparecidense 2 x 3 Novoperário/MS
6ª rodada da Série D 2018
Data: 27/05/18
Local: Estádio Aníbal Batista de Toledo
Horário: 18h
Arbitragem: Edmar Campos Encarnação (AM); Marcos Santos Vieira (AM) e Uesclei Pereira dos Santos (AM)
Cartões amarelos: Uederson, Rafael Cruz (APA); Luizinho, Vitor (NOV)
Gols: Luizinho (NOVO) aos 17′ 2T (0-1), Emerson Mi (NOVO) aos 21′ 2T (0-2), Alex Henrique (APA) aos 25′ 2T (1-2), Naldinho (NOV) aos 31′ 2T (1-3) e Alex Henrique (APA) aos 44′ 2T (2-3).
APARECIDENSE: Pedro Henrique; Rafael Cruz, Mirita (Gilvan), Robson e Helder; Tiago Ulisses, Washington e Alex Henrique; Uederson (Esquerdinha), Aleílson e Nonato.
Treinador: Everton Goiano
NOVO: Felipe Lacerda; Eduardo, Diego Chiclete, Jefferson e Paulo Henrique; Luizinho, Caio Mendes, Emerson Mi e João Lucas (Vitor); Negueba (Naldinho) e Matheus Martigoza (Jadson).
Treinador: Ricardo Perpétuo

Comentários

comentários

PUBLICIDADE