Atlético-GO busca empate contra Chapecoense, mas é rebaixado

0
37
(Reprodução/PFC)

Na tarde deste domingo, 19, o Atlético-GO mostrou muita disposição e saiu com um empate em 1 x 1, conquistado nos acréscimos, contra a Chapecoense, no estádio Olímpico. No entanto, o clube goiano foi rebaixado com a igualdade. O gol do Dragão foi marcado aos 45 da segunda etapa por Luiz Fernando. Túlio de Melo foi o responsável por inaugurar o marcador na primeira etapa.

Clique para ver como foi o tempo real!

Mesmo com a raça apresentada pelo time rubro-negro durante o jogo, a equipe não conseguiu evitar a Série B. Com o empate do Vitória contra o Cruzeiro, a equipe nordestina soma 40 pontos. Como ainda vai enfrentar a Ponte Preta (39 pontos e um jogo a menos) na próxima rodada, nenhum resultado dá sobrevida ao Atlético-GO.

Ainda na lanterna, o Dragão agora está com 34 pontos, restando dois jogos a serem disputados (contra Grêmio e Fluminense). A Chape agora soma 48 pontos e continua na metade da tabela, em 10º. O time catarinense ainda tem chances de beliscar uma vaga para a Pré-Libertadores de 2018.

Mesmo melhor, Atlético sofre gol

A primeira etapa foi totalmente dominada pelo time de João Paulo Sanches. Os jogadores tiveram a bola na maioria do tempo, mas tinham dificuldade para efetuar o último passe. Fato que dificultou o time a inaugurar o placar. As principais jogadas dos rubro-negros surgiam pelas laterais do campo, com cruzamentos que não resultavam em perigo para Jandrei.

Pelo lado da Chapecoense, Reinaldo se destacou pela equipe na primeira etapa, conseguindo boas antecipações na defesa e realizando bons cruzamentos para Túlio de Melo. E foi dos pés do próprio lateral que o gol do time catarinense saiu. Aos 35, ele cobrou escanteio do lado direito e encontrou Túlio, que cabeceou prensado com o zagueiro William Alves e fez o primeiro da partida: 0 x 1.

O Dragão até tentou reagir nos minutos restantes com Diego Rosa e Jorginho, mas encontraram Jandrei numa partida bastante sólida. Com isso, os donos da casa foram para o vestiário perdendo.

Show dos goleiros e gol nos acréscimos

A segunda etapa começou com a Chapecoense dominando as ações de jogo, tentando gastar tempo. Mesmo sem jogar muito ofensivamente, o time de Gilson Kleina conseguiu chegar ao gol de Kléver em duas oportunidades, com Apodi e João Pedro. Em ambas, o arqueiro atleticano conseguiu boas defesas. Jandrei também foi acionado numa cabeçada de Andrigo, aos 27. O goleiro saltou e conseguiu espalmar a bola para escanteio. Na sequência do lance, Apodi puxou um contra-ataque rápido e soltou para Lucas Marques, que buscou o ângulo e viu o camisa 1 rubro-negro efetuar mais uma linda defesa.

Mesmo com time atuando mais na base da emoção, o gol de empate do Atlético acabou. E foi bem no finalzinho, aos 45. Em cruzamento de Marcão Silva, a zaga até desviou, mas a bola sobrou nos pés de Luiz Fernando na área. O meia-atacante bateu rasteiro para empatar a partida: 1 x 1.

O jogo até ganhou um contorno mais emocionante em seu final, mas sem lances perigosos para as equipes. Para a infelicidade do Dragão, o confronto terminou empatado, resultado que, aliado ao empate do Vitória contra o Cruzeiro, confirmou: o clube goiano está rebaixado e irá disputar a Série B 2018.
Ficha Técnica
Atlético-GO 1 x 1 Chapecoense
36ª rodada da Série A
Data: 19 de novembro de 2017
Horário: 17h
Local: Estádio Olímpico; Goiânia, GO
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA) – FIFA
Assistentes: Helcio Araújo Neves (PA) e José Ricardo Guimarães Coimbra (PA)                            Cartões Amarelos: Jonathan, Marcão Silva e Jorginho (ACG); Lucas Mineiro e Túlio de Melo (CHA).                                                                                                                                                  Gols: Túlio de Melo aos 35′ 1T (0-1) (CHA); Luiz Fernando aos 45′ 2T (1-1) (ACG).
Atlético-GO: Klever; Jonathan (Marcão Silva), William Alves, Gilvan e Breno Lopes; André Castro, Igor (Jefferson Nem), Jorginho e Luiz Fernando; Andrigo e Diego Rosa (Alison).
Técnico: João Paulo Sanches
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Moisés Ribeiro, Luiz Antonio (Lucas Marques) e João Pedro (Lucas Mineiro); Arthur e Túlio de Melo (Rodrigo).
Técnico: Gilson Kleina

Comentários

comentários