5.6 C
New York
sexta-feira, maio 27, 2022
Início Futebol Atlético Adson afirma que houve relaxamento do Atlético-GO na derrota para o Furacão

Adson afirma que houve relaxamento do Atlético-GO na derrota para o Furacão

O presidente do Atlético Goianiense, Adson Batista, afirmou que o Dragão teve um certo relaxamento em campo, na derrota para o Athletico/PR nesta quarta-feira (7), por 2×0 no Accioly, pela 24° rodada da Série A. Segundo o dirigente, o clube não ficou totalmente concentrado na partida, visto que vinha de uma vitória fora de casa sobre o Fortaleza por 3×0, e isso aumentou a confiança em demasia.

 

Além do mais, Adson destacou que o clube ainda não encontrou um treinador que entre no perfil do time. Frisou que está calmo em relação a isso, e demonstrou total confiança na comissão técnica permanente do clube, com Eduardo Sousa e João Paulo Sanches. 

- Anúncio -

Mais do Dragão:
Veja como foi a derrota para o Athletico-PR
Clube anuncia a política de ingressos no retorno da torcida
Confira a tabela da Série A

– Não teve salto alto, eu não diria essa palavra, pois é muito forte, mas houve um relaxamento natural que acontece quando você ganha uma grande partida, de um grande adversário, como foi o Fortaleza. Naturalmente não entramos com sangue no olho, é natural, não é falta de vontade, o grupo nosso não tem esse perfil, esse elenco tem brilho. Nós já vamos viajar para o Rio e vamos fazer dois jogos fora, e teremos que buscar o resultado, vamos mostrar nossa força, mas sempre calçando a sandália da humildade.

Sem comandante efetivo desde a saída de Eduardo Barroca, o Atlético ainda segue no mercado observando o futuro comandante técnico. Adson afirmou que no momento ainda nenhum nome o agradou, mas que se for preciso, nos próximos dias poderá anunciar um novo nome. 

– Ainda não estou vendo nenhum treinador que faça o nosso perfil, nesse momento. Na hora que eu ver jogador vegetando, fazendo de conta, ai sim eu afirmo que nós precisamos de um treinador. Eduardo está fazendo o melhor, mexe certo e tem coragem, o problema nosso é que muitos jogadores não atuaram bem contra um adversário que fez um primeiro tempo perfeito. Temos que reconhecer isso, não vamos sentir o golpe e precisamos ser equilibrados. É um campeonato difícil, o dia que você não joga bem, contra uma equipe que tá na semifinal da Copa do Brasil e na final da Sul-Americana, você vai sentir dificuldades. 

Acompanhe o EG também nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

 

Willian Rommel
Jornalista formado na UFG. Pós graduado em jornalismo esportivo pela faculdade Estácio. Trabalhou na Rádio Universitária 870 AM, na Rádio Difusora 640 AM, Rádio Bandeirantes Goiânia, Diário de Goiás e na TV UFG. Profissional na área esportiva desde 2012.
Anúncio

Últimas

Dragão conhece adversário das oitavas da Sul-Americana nesta sexta-feira (27); veja os potes

O Atlético-GO conhece nesta sexta-feira (27) o adversário da fase de oitavas de final da Copa Sul-Americana. O sorteio está agendado para...

Stefano destaca sequência positiva do Anápolis pela Série D 2022

O Anápolis vive o seu melhor momento na temporada. A equipe acumula quatro vitórias consecutivas pelo Brasileirão Série D 2022 e obteve...

Confira quem apita os jogos de Goiás e Atlético/GO na 8° rodada da Série A

A CBF definiu a escala de arbitragem da oitava rodada da Série A do Brasileiro, que irá ocorrer neste final de semana...

Finazzi é o novo técnico do Itumbiara para a Divisão de Acesso 2022

Itumbiara anunciou nesta quarta-feira (25) a contratação do técnico Finazzi para a disputa da Divisão de Acesso 2022, que terá início no...

Anápolis divulga detalhes para troca de ingressos para jogo contra o Ceilândia

O Anápolis divulgou, na manhã desta quinta-feira (26), as datas, horários e pontos de troca de ingressos do Programa Torcida Premiada para...
Anúncio