No apagar das luzes, Goiás arranca empate com o Anápolis

Galo marcou de cabeça com o zagueiro Igor, quase no final do jogo. Na sequência, Léo Gamalho deixou tudo igual

180
Anúncio
Foto: Site oficial do Goiás / Divulgação

Anápolis e Goiás se enfrentaram em partida válida pela quarta rodada do Goianão 2017, e empataram em 1 a 1 jogando no estádio Jonas Duarte, em Anápolis. O primeiro tempo de partida foi marcado por erros de passes de ambas as equipes, mas com o Verdão com maior intensidade no jogo. O atacante Carlos Eduardo explorou bastante a velocidade, seu ponto forte, e deu trabalho para a zaga do Galo. A melhor oportunidade de gol do esmeraldino na etapa inicial foi com Fábio Sanches, aos vinte e seis minutos, numa cabeçada que João Vitor defendeu.

Já no segundo tempo, o time anapolino voltou melhor e chegou a assustar com Marcelo aos vinte e três minutos, após chute cruzado de fora da área. Mas aos quarenta e seis, o mesmo Marcelo levantou uma bola na área e o zagueiro Igor, de cabeça, abriu o marcador. Quando a torcida tricolor já comemorava a vitória antes do término da partida, Walter cruzou na cabeça do artilheiro do estadual, Léo Gamalho, agora com cinco gols na competição, deixar tudo igual no apagar das luzes e decretar a igualdade.

Veja como foi o tempo real de Anápolis 1×1 Goiás

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Com o resultado, o Anápolis fica com 3 pontos na 3ª posição do grupo B. Já o Goiás ocupa, provisoriamente, a liderança do grupo A, 8 pontos. Na próxima rodada, domingo, 12, o Galo enfrenta o Iporá, às 17h no estádio Jonas Duarte. No mesmo dia e horário, o Goiás enfrenta o Goianésia, no estádio Valdeir José de Oliveira.

 

Ficha técnica
ANÁPOLIS 1X1 GOIÁS

Local: Estádio Jonas Duarte, em Anápolis
Data: 08 de fevereiro 2017
Horário: 19h30
Árbitro: Eduardo Tomaz
Assistentes: Edson Antônio e Alexandro Hume
Público: 3.369 pagantes
Renda: R$ 72.405,00
Gols: Igor 46’ 2º T (Anápolis) / Léo Gamalho 48’ 2º T (Goiás)

ANÁPOLIS: João Vitor; Marcelo, Igor, Valdomiro e Kim; Leandro Bulhões, Neilson (Régis), Felipe Baiano e Lucas Sotero (Robston); Douglas Oliveira (Ygor Vinicius) e Rafael Furlan
Técnico: Caio Autuori
GOIÁS: Marcelo Rangel; Helder, Everton Sena, Fábio Sanches e Felipe Saturnino (Alex Alves); Victor Bolt (Walter), Pedro Bambu, Léo Sena e Jean Carlos; Carlos Eduardo (Tiago Luis) e Léo Gamalho
Técnico: Gilson Kleina

anúncio