Esse é o Atlético que queremos ver!

0
91
(Foto: Comunicação/ACG)

Deu gosto ver a atuação do Atlético no jogo de ontem contra o Itumbiara, no estádio JK. Uma equipe que soube colocar a bola no chão e controlar a partida durante os quase 100 minutos de jogo. O Dragão fez 3 gols, mas poderia ter feito muito mais.

Veja como foi a vitória rubro-negra!

Na defesa atleticana o goleiro Klever foi brilhante mais uma vez. Exigido apenas duas vezes ao longo do jogo, mostrou muito reflexo e fez duas intervenções sensacionais. A dupla de zaga esteve sólida, com Roger Carvalho antecipando quase todas as jogadas do Itumbiara, e Rafael Bonfim firme na sobra, as vezes com um certo excesso de vontade, fazendo faltas desnecessários e recebendo cartões bobos, como foi o de ontem, que tira o jogador do clássico contra o Goiás. Os laterais Daniel Borges e Wanderson não agradaram no primeiro tempo errando muitos passes e cruzamentos, mas na segunda etapa cresceram bastante e participaram dos gols marcados.

O setor de meio-campo deu show durante todo o jogo. O volante Abuda fez sua melhor atuação com a camisa atleticana, desarmando bem e conseguindo iniciar as jogadas. Betinho muito preciso nos desarmes e nos passes curtos, jogou de cabeça erguida o tempo todo. Luiz Fernando voltou a ser o meia agudo da série B, com muita habilidade, velocidade, bons lançamentos, mas pecou em alguns lances, quando optou em finalizar mesmo sem ângulo, e não tocar para os jogadores melhores posicionados. Jorginho foi o cara da partida. Deu passes, desarmou, fez dois gols, driblou e demonstrou como deve se comportar um camisa 10.

No ataque Júnior Viçosa foi o mesmo lutador de sempre. Quando não vai bem na parte técnica, demonstra pelo menos muita vontade de vencer. Pra ele não tem bola perdida, e esteve bem posicionado para marcar o seu segundo gol no ano. Negueba ainda não é o que todos esperam, um pouco preso na questão física, não tem sido tão veloz e tem pecado muito nas finalizações. Perdeu pelo menos 3 chances claríssimas de marcar o gol, mas deu maior mobilidade ao ataque, com relação aos últimos jogos.

Agora é aguardar pra ver se a boa atuação do jogo contra o Itumbiara será repetida contra o Goiás. Bonfim não estará a disposição, Marcus Winicius deverá ser utilizado como titular no Atlético depois de quase um ano. Se ele ainda for o mesmo dos últimos anos, acredito que o Dragão sairá ganhando, com a entrada dele no lugar de Bonfim.

Comentários

comentários