Em dia de homenagem a ex-dirigente, Anápolis recebe Atlético no JD

Galo quer permanecer na elite do Goianão. Já o Dragão, avançar para às semifinais

1
358
Foto: Igor Nery

Anápolis e Atlético se enfrentam na tarde deste sábado, 01, às 16h, no estádio Jonas Duarte, partida válida pela 4ª rodada do 3º Turno/Goianão 2017. O Galo da Comarca, que está na 4ª colocação do grupo B, 13 pontos ganhos, precisa de uma simples vitória para permanecer na elite do estadual. Já o Dragão, que está em 2º do grupo B, 18 pontos conquistados, não vence há duas partidas e precisa só de mais um ‘pontinho’ para avançar às semifinais da competição.

Em relação às escalações, pelo lado do Anápolis, o técnico Waldemar Lemos deve manter o mesmo time que começou jogando na última rodada, diante do Iporá. O lateral-esquerdo Izaldo, que entrou no decorrer da partida, ainda foi expulso e não pode atuar contra o rubro-negro. Já o técnico Marcelo Cabo, do Atlético, não poderá contar com os zagueiros Bonfim e Silva, ambos suspensos. O jogador Bonfim será substituído por Ricardo Silva. Já o defensor Silva, que vinha atuando improvisado na lateral-direita, dá lugar a Daniel Borges.

Retrospecto

Anápolis e Atlético se enfrentaram em 110 oportunidades pelo Campeonato Goiano da 1ª Divisão. O Galo conquistou 37 vitórias contra 41 triunfos do Dragão. As outras 32 partidas ficaram empatadas. As informações são do site Futebol de Goyaz.

Minuto de silêncio

O empresário José Miguel Hajjar, que faleceu na última sexta aos 77 anos de idade, deverá ser homenageado. Ele que foi dirigente do Anápolis Futebol Clube e se doou de corpo e alma ao clube, seja no aspecto financeiro ou na dedicação de preciso tempo de trabalho. A placa da pedra fundamental do novo Centro de Treinamento do Anápolis, lançada recentemente, homenageava exatamente este grande baluarte tricolor.

Ficha técnica
ANÁPOLIS X ATLÉTICO

Competição: 4ª rodada do 3º Turno/Goianão 2017
Local: Estádio Jonas Duarte, em Anápolis
Data: 01 de abril 2017
Horário: 16h
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Bruno Pires e Ygor Monteiro

ANÁPOLIS: Wagner Bueno; Marcelo, Igor, Júlio César e Rafael Furlan; Neilson, Helder, Felipe Baiano e Rafael Pernão; David e Tiago Cavalcanti
Técnico: Waldemar Lemos
ATLÉTICO: Klever; Daniel Borges, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Wanderson; Abuda, João Filipe, Jorginho e Willians; Negueba e João Pedro
Técnico: Marcelo Cabo

Comentários

comentários