Aylon dá vitória de virada ao Goiás contra o CRAC

174
Anúncio

 

Aylon marca o segundo gol dele na noite. (Foto: Assessoria do Goiás / Divulgação)

No último jogo antes do esperado clássico contra o Vila Nova, O Goiás passou sufoco, mas venceu o CRAC, por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, 22, na Serrinha. O time de Catalão esteve duas vezes a frente no placar, mas acabou cedendo a virada no segundo tempo.

Aylon, duas vezes, e Otacildo marcaram para o Goiás. O experiente Frontini marcou os dois gols do CRAC. Com a vitória, os esmeraldinos mantiveram a liderança do Grupo A, agora com 21 pontos. O celestes seguem na lanterna da chave, com oito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Confira como foi o tempo real da vitória do Goiás sobre o CRAC

No próximo domingo, 19, o Goiás enfrenta o Vila Nova no Serra Dourada. O CRAC vai folgar na rodada.

O jogo

No primeiro tempo brilhou a estrela do atacante Frontini. O atacante do CRAC marcou aos 17, quando recebeu cruzamento de Rodrigo Silva da direita. Ele só deslocou o goleiro do Goiás. E depois aos 34, dominando a bola dentro da área antes de fuzilar o gol.

O garoto Otacildo marcou o gol alviverde, escorando para as redes após chute cruzado de Pedro Bambu, isto aos 29 minutos.

Segundo tempo

Na etapa complementar foi a estrela de Aylon que brilhou. O atacante saiu do banco de reservas para marcar duas vezes de cabeça e decretar a virada esmeraldina. No primeiro, aos 22, ele escorou falta cobrança por Juan. No segundo, aos 33, o jogador desviou bola erguida por Léo Sena.

O Goiás desperdiçou uma grande oportunidade com Carlos Eduardo, enquanto o CRAC perdeu gol que parecia feito com o volante Gilberto.

FICHA TÉCNICA:

Goiás 3×2 CRAC

Data: 22/03/2017

Local: Estádio da Serrinha

Arbitragem: Elmo Resende; Hederson Leão e Márcio Soares

Renda: R$ 6.765,00 / Público pagante: 586

Gols: Frontini (17/1); Otacildo (29/1); Frontini (34/1); Aylon (22/2); Aylon (33/2).

Cartões amarelos: Toró, Everton Sena e Léo Sena (Goiás); Jean, Gilberto e Frontini (CRAC)

GOIÁS: Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Fábio Sanches, Evereton Sena e Patrick (Aylon); Toró (Thalles), Léo Sena, Juan e Tiago Luís (Ramires); Carlos Eduardo e Otacildo. Técnico: Silvio Criciúma.

CRAC: Bruno Colaço; Rodrigo Dias, Silvio, Rafael Morisco e Jean; Francesco (Nino Guerreiro), Gilberto, Levi e Gabriel Davis (Robertinho); Frontini e Zé Uilton (Marcelo Maciel). Técnico: Alexandre Barroso.

anúncio

Comments are closed.